10 dicas para fazer o vale-refeição durar até o fim do mês

7 de agosto de 2019 - Por

10-dicas-para-fazer-o-vale-refeição-durar-até-o-fim-do-mês

quem ama, compartilha!

Fazer o vale-refeição durar até o final do mês tem sido uma missão cada vez mais difícil, afinal, comer fora de casa está mais caro. Além disso, são poucas as empresas que reajustaram o benefício para cobrir o custo. O resultado? O VR nunca chega até a última semana do mês. Ter que tirar dinheiro do próprio bolso para almoçar no trabalho é um baque e tanto para o orçamento.

A pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos Sodexo, da Sodexo Benefícios e Incentivos, indica que o vale- refeição e/ou alimentação são os benefícios mais valorizados por 75% dos trabalhadores brasileiros.

O levantamento, que coletou 1.328 respostas de trabalhadores durante maio e junho de 2019, mostrou ainda que mais de 40% dos profissionais teriam que se readequar financeiramente caso não recebessem o benefício. Sem o vale-refeição e/ou alimentação, as pessoas teriam que gastar para se alimentar, em média, entre R$ 200 e R$ 300 (25,4%), mais de R$ 600 (24,7%) e de R$ 300 a R$ 400 (20,8%).

Se durar o mês inteiro, o vale-refeição contribui muito com a sua saúde financeira, por isso, fique de olho nessas dicas para economizar.

1. Faça as contas e a gestão do limite diário

Suponhamos que você receba R$ 400 deste benefício por mês e trabalhe 20 dias. Dividindo, significa que você pode gastar uma média de R$ 20 por dia. Use este limite diário para todas suas decisões na hora pagar os almoços com o vale-refeição.

2. Faça uma lista dos restaurantes próximos do seu trabalho

Com o limite diário em mente, coloque em seu radar em quais restaurantes da região do trabalho é possível comer sem ultrapassar este teto.

3. Equilibre os “extras”

Se você aprecia beber algo enquanto come e comer sobremesa depois do almoço, saiba que estes hábitos podem ser os culpados por seu vale-refeição não durar até o fim do mês. Estes itens têm preço salgado e podem acrescentar mais de R$ 10 na conta, dependendo da região em que você trabalha.

4. Troque o restaurante à la carte pelo buffet por quilo

A primeira opção costuma ser mais cara do que a segunda. Então, para economizar nos almoços, vale escolher o bom e velho buffet por quilo. Se você come pouco, a troca será ainda mais vantajosa.

5. Come muito?

Prefira restaurantes no esquema “coma à vontade”, onde você paga um valor fixo e se esbalda no buffet. No entanto, fique de olho, pois essa opção só vale a pena se você for realmente boa de garfo.

6. Programe as “ostentações”

Ninguém é de ferro e todas nós merecemos alguns almoços mais caros. Às vezes, ir àquele restaurante mais refinado também é questão de socializar com os chefes e com os colegas que ganham melhor. Seja qual for o motivo, se o gasto com o almoço superar o limite diário, compense o excesso nos demais dias.

10-dicas-para-fazer-o-vale-refeição-durar-até-o-fim-do-mês

7. Leve marmita

Reúna suas colegas e combine alguns dias para todas levarem uma quentinha. Assim, você não abre mão de socializar e, de quebra, propõe uma brincadeira que fará com que todas economizem.

8. Promoções em delivery de comida

É comum encontrar restaurantes que ofereçam descontos amigos em marmitas, especialmente se você trabalhar em uma região com muitas empresas e escritórios. Além de locais físicos, é possível achar promoções muito interessantes em aplicativos de delivery de comida, que variam de descontos em pratos até promoções “pague 1, leve 2” – perfeitas para dividir com algum colega.

9. Não se deixe levar pelos colegas gastões

Apesar de sabermos que é preciso socializar (vide tópico 6), fazer dessas ostentações para impressionar um hábito diminui ainda mais a vida útil dos créditos de seu vale-refeição. Não há nada de errado em, sempre que necessário, recusar educadamente o convite e dizer que irá comer em outro lugar. Não gaste mais do que deve para impressionar os outros.

10. Cuidado com os gastos fora do trabalho

Não há nada de errado em pagar com VR aquela pizza de sábado. No entanto, é preciso ter em mente que isso deixará menos créditos para você almoçar. A saída é equilibrar este gasto extra com as dicas anteriores.

Fotos: AdobeStock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Ana Paula de Araujo
Ana Paula de Araujo
Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

como-economizar-dinheiro-alimentacao-cozinhar-em-casa-01

26 de outubro de 2018

Quer saber como economizar dinheiro? Simples: cozinhe mais em casa. Essas 5 dicas da Carol Sandler vão fazer você criar gosto por cozinhar e ECONOMIZAR!

hora-do-almoco-valor(1)

9 de agosto de 2018

O seu vale-refeição sempre acaba no meio do mês e você precisa desembolsar dinheiro na hora do almoço? Com algumas mudanças no seu dia a dia, é possível economizar. Saiba como!

almocar-fora-caro-como-economizar-01

9 de abril de 2018

Cuidado com o vale-refeição! O custo para almoçar fora cresceu mais do que a inflação e custo médio de refeição é R$ 34,14, mostra estudo. Saiba como economizar.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas