12 dicas e ideias para ganhar dinheiro com a Copa do Mundo

13 de junho de 2018 - Por

como-ganhar-dinheiro-na-copa

quem ama, compartilha!

Enquanto a Copa do Mundo é sinônimo de festa para muita gente, há quem esteja aproveitando o evento para ganhar dinheiro – basta criatividade e vontade de colocar a mão na massa. Algumas empreendedoras optaram por criar novos produtos, enquanto outras aproveitaram linhas já existentes e direcionaram o marketing para a Copa 2018.

É o caso da terapeuta holística Elen Fernanda, que produz glitter biodegradável e cosméticos naturais. Inicialmente, ela observou um pico nas vendas durante o Carnaval. “Como a Copa do Mundo acaba se tornando uma grande festa no País todo, tive a ideia de criar anúncios e publicações com as cores do Brasil, chamando a atenção para o evento”, conta.

Ter aproveitado o gancho da festividade não significa que tem sido fácil para ela. “Eu cuido da minha filha, produzo, saio para compras e faço entregas. Muitas vezes, o prazo e a procura de última hora se tornam um grande desafio pela minha falta de espaço e mão de obra.”

Também é o caso da nutricionista Letícia Cid Gomes, que faz pães de mel para vender desde 2011. Na época, a atividade foi uma mão na roda para pagar a faculdade e, hoje em dia, é fonte de renda extra. Para a Copa do Mundo, ela turbinou os recheios com sabores que remetem ao Brasil: caipirinha de limão e Mineirinho (brigadeiro com cream cheese e pedaços de goiaba).

“Nosso objetivo é que as empresas encomendem os produtos, assim como os torcedores, para saboreá-los enquanto assistem os jogos”, comenta Gomes, que trabalha em parceria com sua irmã Larissa.

De olho na Copa 2018, a gestora de moda e ilustradora Eduarda de Oliveira está adaptando os produtos de sua marca de bandeirinhas decorativas e lacinhos – que já faziam parte de sua linha, mas agora ganharam as cores da seleção brasileira. “Minhas maiores dificuldades têm sido a divulgação dos produtos e o limite de tempo do evento”, entrega.

Glitter biodegradável (make e foto: Giovanna Martins) e pão de mel especial para a Copa
Glitter biodegradável da @luabrancaaroma (make e foto: @makeup_giovanna) e pão de mel especial para a Copa da Bella’s Delícias

Oportunidade de ganhar dinheiro na Copa do Mundo

A radialista Natália Gonçalves se juntou às publicitárias Gislaine Otero e Victória Passos para criar tiaras recheadas de glitter, especiais para quem curte comemorar da cabeça aos pés. A empreitada, batizada de Arcum, começou no último Carnaval. “Como percebemos uma grande aceitação, logo vimos a Copa como ótima oportunidade e acabamos investindo nesse tema também”, diz Gonçalves.

Elas também produzem adereços para eventos privados, como aniversários, casamentos, despedidas e chás. “Estamos percebendo que o clima vem esquentando e as pessoas se animando mais nesses últimos dias. Nós, brasileiros, sempre deixamos tudo pra última hora, inclusive nossa devoção e torcida para a seleção brasileira”, prevê.

Já a empresária Stella Corsini aposta na mania dos berloques para faturar com o Mundial: sua empresa, a Corsini Pulseiras, produz pulseiras de couro e acessórios banhados a ouro, ródio negro, branco e rosé.

Ela viu na Copa a oportunidade de fazer uma coleção exclusiva, com penduricalhos que remetem ao mundo do futebol. “Atuamos o ano todo e trazemos produtos diferenciados em datas comemorativas, assim como a Copa.”

Como ganhar dinheiro na Copa do Mundo (sem comer bola)

Apesar das perspectivas de ganhos, as empreendedoras admitem que não estão vendo os clientes muito empolgados com a Copa do Mundo 2018. “Sinceramente, eu esperava uma procura um pouco maior”, comenta Oliveira. Talvez o desânimo com o País como um todo tenha molhado o clima de Mundial que costuma tomar as ruas do Brasil a cada quatro anos.

Por isso, antes de investir uma grana em produtos para vender e ganhar dinheiro na Copa, pense bem. “É essencial entender se existe demanda para aquele produto ou serviço. Saiba se outras pessoas estão vendendo esses mesmos itens e, se sim, tenha claro – e deixe claro para o cliente – o seu diferencial, seja ele preço, qualidade, ou qualquer outra coisa”, recomenda Lúcia Stradiotti, especialista em finanças e empreendedorismo.

como-ganhar-dinheiro-na-copa-03
Tiaras criativas da Arcum, bandeirinhas da Midu Baby e pulseiras comemorativas da Corsini Pulseiras

A Copa é um evento sazonal, ou seja, acontece de vez em quando e tem começo e fim determinados. “Por isso, se a ideia é ganhar dinheiro com o evento, o planejamento é essencial para que a venda dos itens comece no tempo certo e para que o estoque dure o período todo, porém não sobre”, diz.

De acordo com Stradiotti, os maiores erros que uma empreendedora – seja comerciante ou artesã – pode cometer estão relacionados, justamente, à falta de planejamento ou estimativa errada. Uma forma de evitar o estoque encalhado é conhecer o mercado, seu público e entender a demanda que existe por aquele item.

“Planeje-se a partir disso: qual a quantidade necessária para iniciar as vendas um pouco antes e durante as primeiras semanas da copa? Se ao longo do período, precisar de mais produtos, é possível adquirir com seu fornecedor e ou produzir em tempo? Se você já comercializou algo parecido em outros eventos, como foi? Importante pensar também se seu produto ou serviço será mais procurado logo no início, nos primeiros jogos, e, se sim, se preparar para esses primeiros dias de procura.”

Vale lembrar que o torcedor só estará interessado na Copa do Mundo enquanto a seleção brasileira estiver disputando os jogos – e, claro, bem colocado. Se a zebra pegar e o Brasil for eliminado rapidamente, o período de vendas será ainda mais curto.

Outra dica para não acabar no prejuízo é ter consciência do ganho real que você tem por cada produto vendido. Para tanto, é essencial saber quanto aquele produto custa pra você.

“No caso de produtos de artesanato, é necessário calcular o valor de toda a matéria-prima envolvida, assim como o valor das horas de produção. Se essas contas não forem feitas, grandes são as chances de que seu retorno seja zero ou quase zero ou, ainda pior, que você esteja pagando pra trabalhar e fique no prejuízo”, alerta Stradiotti.

Para quem já tem um negócio que venda o ano todo, a dica é cuidar para não investir todo o lucro que os produtos de venda recorrente trazem nos itens para a Copa do Mundo, apenas contando com a esperança de boas vendas. Pé no chão e planejamento sempre!

Fotos: Divulgação

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Ana Paula de Araujo
Ana Paula de Araujo
Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

curso-online-empreendedorismo(2)

19 de novembro de 2018

Antes de se arriscar no empreendedorismo, é importante buscar conhecimentos para administrar a sua empresa. Conheça 6 opções de cursos gratuitos online e empreenda já!

economia-solidaria-empreendedorismo(1)

12 de novembro de 2018

O empreendedorismo é benéfico tanto para quem produz quanto para quem consome seus produtos. Ao fomentar essa prática em pequenas comunidades, é possível fazer a economia girar. Saiba como!

empreendedorismo-pesquisa-de-mercado(2)

2 de outubro de 2018

Antes de apostar no empreendedorismo, é preciso ter uma bom plano de negócios e fazer uma ampla pesquisa de mercado. Assim, você será capaz de traçar todas as suas estratégias. Saiba como!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas