5 dicas para decorar o apartamento alugado

18 de março de 2016 - Por

decorar-apartamento-alugado

quem ama, compartilha!

*Angela Renoldi

Olá, garotas! Todos nós conhecemos a famosa frase “o sonho da casa própria”, não é verdade? Contudo, essa não é a realidade de muitas pessoas. O que fazer para sentir que temos realmente um lar, mesmo morando de aluguel?

Para começar precisamos perder o medo do prego e do martelo! Conheço pessoas que moraram por anos de aluguel e nunca penduraram um quadro na parede! Normalmente, os contratos de aluguel vêm com uma cláusula dizendo que o imóvel deve ser entregue como foi recebido.Como não somos vândalos, você pode sim fazer pequenas intervenções! Enfim, vamos às dicas:

1 – Personalidade na parede. Não é só de quadros que vive uma parede. Por que não encontrar um papel de parede removível e aplicar? Quando for mudar é só retirá-lo cuidadosamente, lixar e pintar a parede; o que você já iria fazer de qualquer maneira.

O mesmo vale para a pintura. Se o contrato é mais longo pode valer a pena investir e “aquecer” um pouco o ambiente com um tom aconchegante. Só não sugiro colocar uma cor forte, pois precisará de umas 48 demãos para voltar ao branco.

parede-aconchegante Imagem: Pinterest

papel-de-paredeImagem: Pinterest

2 – Iluminação. Não subestime o poder que uma boa peça no teto possui! Se os plafons ou pendentes estiverem feios ou inadequados ao seu gosto, não hesite em trocá-los. Escolha outros em qualquer loja de materiais de construção. TokStok, Etna e até mesmo na Yamamura têm uma variedade enorme de preços e modelos. Peça para o eletricista desinstalar os antigos, sempre com muito cuidado, e instalar os novos. Guarde bem todas as peças, inclusive os parafusos. Quando for embora é só reverter. A diferença que faz é impressionante, acredite!

pendenteImagem: Pinterest

3 – Nessa toada das substituições, siga o mesmo raciocínio da iluminação para outros itens como puxadores de armário e gavetas, chuveiro e até mesmo os metais. Ninguém merece abrir torneiras velhas e manchadas todos os dias. São pequenas mudanças que farão você se sentir bem ali.

puxadoresImagem: Pinterest

puxadores-2Imagem: Pinterest

4 –  Verde. Coloque muitas plantas! Não estamos falando de vasos de flor -que você pode e deve ter -, mas de algo mais imponente que traga aquela atmosfera de casa. Coloque em vasos no chão e prefira as plantas mais altas, mesmo se o imóvel for pequeno. Existem várias opções de plantas que se dão bem em ambientes internos e vasos em conta também. Procure fugir das floriculturas, nelas o valor será sempre mais alto. Escolha um sábado e visite grandes lojas de jardinagem ou distribuidores mesmo. O passeio é uma delícia e os funcionários têm dicas ótimas.

plantasImagem: Pinterest

plantasImagem: Pinterest

5 –  Viva o presente. Essa é a sua casa! Coloque tapetes, acessórios, enfeites, preencha as paredes e não tenha medo dos furos! Apenas tome cuidado com os canos. É interessante pedir uma cópia das plantas das partes  elétrica e hidráulica. Se o proprietário não tiver, fale com o zelador ou com o síndico.

Boa sorte e aproveite muito a sua casa cheia de personalidade.

*Angela Renoldi é designer de interior e apaixonada por styling e responsável pelo ACR Studio. Chega ao Finanças Femininas para dar dicas e auxiliar as mulheres a trazerem personalidade para suas casas sem gastar muito dinheiro.  Instagram:@acrstudio_stylingdeinteriores 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Angela Renoldi
Angela Renoldi
Em casa

Leia em seguida

festa-junina-rihanna

13 de junho de 2019

Chegaram as festas juninas! Comida típica baratinha, bingo de igreja, nostalgia… Veja o que amamos (e o que não é tão legal) nessa época.

dia-dos-namorados

12 de junho de 2019

Começar a juntar dinheiro a dois é um grande passo no relacionamento. Neste dia dos namorados, te mostramos como fazer isso da melhor maneira possível. Confira!

comprinhas-desnecessarias-coisas-de-bebe

11 de junho de 2019

Mães de primeira viagem não precisam comprar um trocador ou bolsa de maternidade. Carol Sandler mostra outros itens desnecessários para você economizar.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas