5 formas de ajudar refugiados no Brasil

17 de setembro de 2018 - Por

refugiados-no-brasil(1)

quem ama, compartilha!

O número de refugiados no Brasil aumentou expressivamente nos últimos meses, principalmente devido às crises humanitárias em outras nações, como ocorre na Venezuela. De acordo com dados do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) do Ministério da Justiça, apenas em 2017, o País recebeu cerca de 34 mil pedidos de refúgio de imigrantes.

Isso significa que o Brasil recebeu três vezes mais refugiados do que em 2016. Mesmo assim, ainda é uma pequena parcela comparada com a crise global. A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que 22,5 milhões de pessoas precisaram procurar abrigo em outros países, sobretudo na África e no Oriente Médio.

A realidade mais próxima é a da Venezuela que, por conta de questões políticas, passa por uma das maiores crises da história. No final de agosto, a agência de migração da ONU alertou que o país fronteiriço está a caminho de uma situação semelhante à do Mediterrâneo em 2015. Segundo a Organização Internacional de Migração (OIM), mais de 2 milhões de venezuelanos já deixaram o país desde 2015.

Em meio a registros de violências e desespero de inúmeras famílias que não têm mais para onde ir, é possível buscar formas de ajudar essas pessoas a continuarem suas histórias de forma digna. Para te mostrar como é possível fazer parte desse processo, separamos 5 formas de ajudar refugiados no Brasil. Confira:

1 – Voluntarie-se em projetos voltados para os refugiados

Imagine chegar em um país completamente desconhecido, com culturas diferentes da sua e com um futuro tão incerto? Esses são motivos suficientes para famílias inteiras entrarem em desespero. Para ajudá-las, procure projetos que se dispõem a acolhê-las, como o Migraflix, que ajuda refugiados e imigrantes através da gastronomia e o Instituto de Reintegração do Refugiado (Adus – Brasil), que trabalha pela reintegração de refugiados à sociedade.

2 – Doe para instituições humanitárias

Muitas pessoas ao redor do mundo doam parte do seu tempo para ajudar desconhecidos em situações de necessidades. Mas, para esse trabalho continuar, é preciso que ocorram doações para ONGs e instituições humanitárias, como os Médicos Sem Fronteiras, Save the Children e Acnur – agência da ONU que fornece abrigo, água potável, saneamento e assistência médica vital a milhares de refugiados.

3 – Reserve um tempo para ensiná-los

Ensinar um estrangeiro a falar português é uma ótima forma de ajudá-lo a se socializar no Brasil. Se você sabe falar outra língua, como o inglês ou espanhol, aproveite para criar grupos de conversação e ensine-os expressões simples do dia a dia. Além de se aproximar de culturas de outros lugares do mundo, de quebra você ainda pode aprender a língua deles.

refugiados-no-brasil(2)

4 – Ofereça trabalho

Se você tem um comércio ou uma empresa, considere abrir espaço na sua equipe para pessoas que buscam abrigo no nosso País. Assim como qualquer outro brasileiro, eles também podem trabalhar legalmente no Brasil após se registrarem. Não há nenhum ônus à empregadora, apenas benefícios. Essa é a oportunidade para agregar diferentes culturas e conhecimento à equipe e ajudar uma pessoa a reconstruir a vida longe de sua terra natal.

5 – Dê as boas-vindas e os acolha da melhor maneira possível

Para as famílias que chegam ao Brasil, na maioria das vezes sem recursos financeiros e longe de familiares próximos, receber a ajuda de um nativo fará total diferença. Esse é o momento de dar as boas-vindas, acolhê-los e trabalhar para que, juntos, possamos construir um mundo melhor.

Fotos: Fotolia

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Gabriella Bertoni
Gabriella Bertoni
Repórter, produz matérias para o Finanças Femininas. Apaixonada por livros e por contar histórias, é recém-chegada em São Paulo e ainda está completamente perdida, mas adorando a cidade.
Fale comigo! :) gabriella@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

Migraflix-refugiados

6 de julho de 2018

ONG promove encontros entre refugiados e a sociedade brasileira, integrando-os econômica e socialmente através da gastronomia e do artesanato. Conheça mais sobre essa história!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas