5 mitos sobre dinheiro

10 de abril de 2015 - Por

mitos-sobre-dinheiro

quem ama, compartilha!

“Desejo que você tenha muito dinheiro, pois é preciso ser prático. E que pelo menos uma vez por ano coloque um pouco dele na sua frente e diga ‘isso é meu’, só para que fique claro quem é o dono de quem”. O trecho faz parte de um sábio poema de Victor Hugo. O dinheiro, tão necessário em nossas vidas, pode acabar por escravizar-nos se não soubermos lidar com ele equilibradamente.

O mundo em que vivemos muitas vezes nos orienta a ter noções distorcidas em relação ao dinheiro, portanto, hoje propomos algumas reflexões sobre mitos que envolvem nossos recursos financeiros.

Dinheiro não traz felicidade

Essa frase só torna-se verdadeira se você tiver o dinheiro como uma prioridade acima de todas as outras. Em outras palavras, se você exatamente o que citamos acima: deixar o dinheiro lhe escravizar. É claro que precisamos de algum dinheiro para sermos felizes. A quantidade que irá satisfazer cada pessoa depende de seu objetivo de vida, mas o importante é saber manter o equilíbrio.

Ainda que você não seja uma pessoa que precise de muito para viver, é preciso ter na conta corrente o suficiente para manter as contas pagas e a vida equilibrada. Vale lembrar desta frase justamente para buscarmos o equilíbrio. Não é saudável passar a vida inteira pensando em somente acumular cada vez mais dinheiro, mas a nossa tranquilidade depende do mínimo necessário para nos sustentarmos.

Dinheiro compra qualquer coisa

Muito se ilude quem pensa desta forma, mesmo que inconscientemente. O status e o poder que o dinheiro pode proporcionar também vem acompanhado de falsas impressões. Muita gente passa a lhe dar atenção, nas festas você estará sempre rodeada de muitas pessoas e as coisas parecem ser mais fáceis porque você tem dinheiro em mãos.

Não se engane. Por mais que o dinheiro possa sim lhe proporcionar muito luxo e bons momentos, ele também atrai os interesses escusos, as falsas amizades e todas as influências que estão interessadas somente no bem material. Não caia na cilada de achar que tudo pode porque tem dinheiro em mãos. Valores como amizade verdadeira, bom caráter e lealdade não estão à venda. Não há dinheiro que pague o valor dos laços verdadeiros.

mitos-dinheiro

Dinheiro substitui satisfação pessoal

Quantas vezes você já viu alguém deixando de lado uma carreira que sempre sonhou para prestar concurso público em uma área que não tem nada a ver com a pessoa? Você mesma já pensou em deixar de lado o que gosta ou nem mesmo arriscou a chance de fazer algo que poderia lhe dar realização profissional, em função de dinheiro?

Ter um emprego ou um empreendimento que traga um bom retorno financeiro é maravilhoso, mas o resultado financeiro deve ser sempre a consequência, não o motivo. Não planeje sua carreira pensando somente naquilo “que vai lhe dar mais dinheiro”. Afinal, ninguém consegue ser feliz trabalhando por muito tempo sem nenhuma motivação.

É preciso ter cada vez mais dinheiro

Vivemos em um mundo pautado pelo consumo. Vejamos o momento pelo qual passamos: o desequilíbrio econômico tem afetado a vida de todo mundo, independente de classe social. Passar por situações em que perdemos poder de compra, em que o nosso bolso está sendo afetado, é algo que nos deixa com o sentimento de insegurança, desconfiança, desânimo, enfim, mexe negativamente em nosso humor e disposição.

Essa é uma visão macro da influência que o dinheiro tem em nossas vidas. Quantas vezes você já pensou em trocar de carro mesmo com o seu em perfeitas condições, somente para ter o modelo do ano, mais moderno e com novas funções? Quantas vezes já quis trocar de celular antes mesmo que quitar o atual? E as peças no armário praticamente iguais umas às outras? O mundo nos estimula a valorizar o verbo “ter” e a reflexão do que realmente precisamos para viver acaba ficando em segundo plano. Querem uma boa dica para o fim de semana? Assistam o documentário “I am – Você tem o poder de mudar o mundo”, do diretor Tom Shadyac, ele traz uma reflexão muito interessante sobre o assunto.

Não posso realizar meus sonhos por falta de dinheiro

A gente tem o hábito de adiar nossos planos alegando sempre que está faltando dinheiro. Deixamos de fazer aquela viagem internacional, adiamos cada vez mais uma especialização e por ai vai. A questão é que você não precisa ficar rica para trazer suas metas para a realidade, o que precisa é de planejamento.

Se você sempre sonhou em abrir seu próprio empreendimento, viajar, comprar um imóvel ou o que seja, coloque os pés no chão e estabeleça um plano para atingir seu objetivo. Reorganize seu orçamento, economize, invista seu dinheiro. Afinal, nós só temos esta vida para fazer as coisas que queremos e o tempo está passando!

 

Crédito das fotos: Shutterstock

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

como-curtir-a-vida-sem-ser-rica

16 de agosto de 2019

Sempre falamos para pensar no futuro e poupar dinheiro, mas você não precisa deixar de curtir a vida no presente para alcançar seus objetivos. Você pode sextar com as amigas e se divertir gastando pouco dinheiro com as diversas opções de passeios baratos ou gratuitos, ou até mesmo comer bem num restaurante legal. Temos algumas […]

titulo-de-capitalizacao-descubra-como-escapar-dessa-cilada

13 de agosto de 2019

Se você quer ver seu dinheiro render para realizar seus sonhos e garantir um futuro tranquilo, você deve fugir do título de capitalização. Muitas pessoas acham que o título de capitalização é um tipo de investimento, mas na verdade sua grana fica parada e não rende nada. É como jogar na loteria e esperar que […]

crediario-ainda-e-utilizado-para-parcelar-compras-indica-spc

8 de agosto de 2019

O crediário ainda é a opção favorita de 30% dos consumidores para o pagamento de compras, apesar da popularização do cartão de crédito. Esse dado é do levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). As instituições entrevistaram 805 pessoas que utilizaram o famoso carnê, boleto […]

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas