5 reações quando o dinheiro da restituição do Imposto de Renda cai na conta

15 de julho de 2016 - Por

reacoes-restituicao-ir

quem ama, compartilha!

Em um ano difícil para a economia como o que enfrentamos, o depósito da restituição do Imposto de Renda é um momento aguardado com ansiedade por muitas pessoas. O segundo lote de restituições do imposto de 2016 sai nesta sexta-feira. Se você for uma das sortudas a receber o dinheiro, é provável que tenha uma das seguintes reações:

1. “Uau! Depois de um mês fazendo as unhas em casa e sete meses sem cortar o cabelo, finalmente vou ter dinheiro para dar um trato no visual!”

Você também pode gostar:

Vídeo: o que fazer com sua restituição do Imposto de Renda
5 investimentos para colocar a restituição do Imposto de Renda
Como construir uma reserva de emergência

2. “Dinheiro extra? Não acredito! Hoje aquele vestido que estou namorando há meses não me escapa.”


via GIPHY

3. “Só isso? Pelo menos dá para pagar o ingresso de um filme de drama que combine com o meu humor depois de receber essa mixaria.”


via GIPHY

4. “Bem que eu precisava dar uma renovada no armário, mas como todas as minhas despesas aumentaram, vou precisar viver de DIY por mais um tempo.”


via GIPHY

5. “Finalmente, depois de me descabelar com tantas dívidas, poderei pelo menos me livrar da pendência do cartão de crédito.”


via GIPHY

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

15 de julho de 2019

Poupar para o futuro pode ser desafiador. Esta regra pode ajudá-la a saber se está no caminho certo ao planejar a aposentadoria.

12 de julho de 2019

Muitas mulheres que desejam fazer laqueadura têm seu pedido negado. Veja quais são os requisitos legais para realização do procedimento.

pink-tax-o-que-e-machismo

5 de julho de 2019

Produtos “femininos” são até 12% mais caros do que os “masculinos” – e a culpa é da Pink Tax. Se você quer economizar, entenda o fenômeno e veja como fugir.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas