6 gastos que podem surgir sem aviso

21 de julho de 2015 - Por

gastos-inesperados

quem ama, compartilha!

Todo mundo sabe da importância de ter um fundo de emergências. Ter um dinheiro extra para o caso do surgimento de alguma situação inesperada é crucial, mas muitas vezes nos acomodamos e não pensamos que alguma surpresa pode aparecer no caminho.

O grande risco de não dar a devida atenção à formação deste fundo é acabar optando pelas piores saídas, como o uso do crédito para cobrir as despesas inesperadas. Para alertar sobre a necessidade de fazer reservas emergênciais, resolvemos listar algumas situações que podem surgir de repente, inspiradas neste post do Daily Worth.

Ficar desempregada

Você pode ser excelente no que faz e ocupar uma posição extremamente importante na empresa, mas em tempos de crise, o desemprego é uma desagradável surpresa que pode atingir qualquer pessoa. O ideal é que você tenha um fundo capaz de manter as suas despesas mais urgentes por pelo menos três meses, enquanto procura outro emprego ou atividade.

Divórcio

Ok, essa é uma situação que pode ser ao menos prevista, mas muitas vezes pensamos que uma crise, por pior que seja, possa ser contornada. De repente, você ou ele/ela se cansam de tentar consertar algo que não funciona mais e preferem optar pelo divórcio. E ai, além do abalo emocional, é preciso ter estrutura para reorganizar a vida com o orçamento dividido.

Falha no anticoncepcional

Você esqueceu de tomar o remédio, a camisinha estava furada ou o remédio simplesmente não funcionou. As chances dos métodos contraceptivos falharem são pequenas, mas existem. Preparar-se para uma gravidez inesperada é complicado, mas um fundo de emergência pode te ajudar com as despesas iniciais.

Carro estragado

Você está no trânsito, tentando chegar ao trabalho, de repente vem aquele imbecil que te dá uma fechada e bate em seu carro. Além da dor de cabeça de ter que esperar o carro ficar pronto na oficina, ainda tem que arcar com despesas da fiança do seguro. Pior ainda quando você está errada e ai precisa arcar com o conserto do outro carro. Além dessas situações de acidente, seu carro pode apresentar um defeito mecânico que pode lhe custar uma grana.

Problemas de saúde

Ainda que você tenha um plano de saúde que cubra a maior parte dos seus problemas de saúde, você pode ter que arcar com algum tratamento ou cirurgia que não são cobertos. Além disso, o tempo de recuperação pode te forçar a ficar fora de atividade por algum tempo. Se você é autônoma, é ainda mais importante contar com essa reserva em um momento como este.

Impostos, aumentos, reajustes…

A cada notícia que recebemos sobre um imposto que aumentou, a inflação que subiu ou uma conta que será reajustada, o coração aperta e o bolso sente a facada. Com o custo de vida mais caro de um modo geral, é preciso economizar no que for possível para cobrir as despesas.

Fonte dos gifs: Giphy

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

como-curtir-a-vida-sem-ser-rica

16 de agosto de 2019

Sempre falamos para pensar no futuro e poupar dinheiro, mas você não precisa deixar de curtir a vida no presente para alcançar seus objetivos. Você pode sextar com as amigas e se divertir gastando pouco dinheiro com as diversas opções de passeios baratos ou gratuitos, ou até mesmo comer bem num restaurante legal. Temos algumas […]

titulo-de-capitalizacao-descubra-como-escapar-dessa-cilada

13 de agosto de 2019

Se você quer ver seu dinheiro render para realizar seus sonhos e garantir um futuro tranquilo, você deve fugir do título de capitalização. Muitas pessoas acham que o título de capitalização é um tipo de investimento, mas na verdade sua grana fica parada e não rende nada. É como jogar na loteria e esperar que […]

crediario-ainda-e-utilizado-para-parcelar-compras-indica-spc

8 de agosto de 2019

O crediário ainda é a opção favorita de 30% dos consumidores para o pagamento de compras, apesar da popularização do cartão de crédito. Esse dado é do levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). As instituições entrevistaram 805 pessoas que utilizaram o famoso carnê, boleto […]

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas