Com bike, diaristas podem otimizar o deslocamento entre os serviços

28 de outubro de 2019 - Por

As diaristas que atendem a Vila Olímpia gastam até 30 minutos no deslocamento entre serviços. A ideia é diminuir o tempo de percurso com as bikes.

quem ama, compartilha!

O tempo de deslocamento é um dos fatores mais estressantes para as pessoas que trabalham em São Paulo. Com transporte público, um percurso curto pode demorar 30 ou 40 minutos dependendo do trânsito e trajeto do ônibus. Esse tempo é valioso para as pessoas que realizam mais de um serviço por dia, como as diaristas da 1Help, aplicativo de solicitação de serviços de limpeza. Dessa forma, para facilitar a mobilidade das profissionais, a startup em parceria com a Grow – fusão das empresas Yellow e Grin – realizou no último sábado, 26, uma aula de bike.

A ideia é que as diaristas da 1Help utilizem o serviço de compartilhamento de bicicletas oferecido pela Grow para diminuir o tempo de deslocamento entre os serviços que, atualmente, estão concentrados na região da Vila Olímpia.

Na 1Help as profissionais recebem por hora, portanto, com apartamentos pequenos as pessoas não precisam contratar a diária de oito horas, segundo Daniel Ruhman, CEO da startup. “Para elas é interessante atender duas, três solicitações no mesmo dia, respeitando as oito horas que elas podem trabalhar, porque elas ganham bem mais que a diária de oito horas por R$150. Mas para que isso aconteça, os pedidos precisam ser próximos. Não dá para pegar um ônibus no meio do dia, a experiência fica ruim para os dois lados”, diz.

Ruhman explica que a distância ideal seria 20 minutos no máximo de caminhada, 10 ou 15 minutos de bicicleta. “Economiza tempo, dinheiro e facilita bastante para elas. Ficam mais confortáveis”, diz.

Aula de bike

O grupo de diaristas recebeu todas as orientações para o uso do aplicativo, compra de créditos e dicas de segurança para andar de bicicleta na rua. Depois das instruções, as profissionais foram praticar na rua com o auxílio do time da 1Help e Grow.

Encorajada pelas colegas de trabalho, a diarista Josenilda Carlos dos Santos, 50 anos, perdeu o receio e aprendeu a andar de bicicleta. “Eu tinha medo porque eu já caí três vezes, mas hoje eu aprendi. Eles tiveram paciência de ensinar e foi maravilhoso. Eu vou praticar mais para utilizar a bicicleta no meu dia a dia”, relata.

As diaristas que atendem a Vila Olímpia gastam até 30 minutos no deslocamento entre serviços. A ideia é diminuir o tempo de percurso com as bikes.

Economia no tempo de deslocamento

Aproximadamente 30 minutos é o tempo que a diarista Elizete Souza dos Santos, 42 anos, gasta de ônibus para se deslocar entre um serviço e outro na Vila Olímpia, mas após a aula de bicicleta, ela conta que vai poupar o período de deslocamento. “Em vez de perder tempo esperando ônibus, eu vou de bicicleta para economizar tempo e ainda fazer um exercício. Gostei muito da alternativa e vou adotar”, diz.

com-bike-diaristas-podem-reduzir-tempo-de-deslocamento-entre-serviços

Bikes para pequenos percursos

Em São Paulo, é muito comum esbarrar com pessoas utilizando as bicicletas amarelas ou patinetes nas principais avenidas. Esse tipo de transporte faz parte do conceito de micromobilidade com o compartilhamento de bikes e patinetes elétricos, que estão ganhando vários adeptos nas cidades brasileiras.

A Grow realizou uma pesquisa com os usuários das bikes e patinetes na capital paulista. Entre os entrevistados, 59% trocaram as caminhadas pela viagem de bicicleta e 58% pelo patinete no horário de pico nas regiões com grande concentração de empresas. Foram ouvidos 3.274 pessoas que utilizam a bicicleta e 4.302 de usuários do patinete elétrico em março de 2019.

Além do tempo de deslocamento, os usuários também economizam dinheiro, já que a cobrança é por período de uso. Na cidade de São Paulo, a utilização da bicicleta custa R$ 1 a cada 15 minutos percorridos. O valor do primeiro minuto do patinete é R$ 3 com adicional de R$0,50 a cada minuto excedente.

A compra de créditos pode ser realizada com cartão de crédito, paypal ou dinheiro no ponto de venda mais próximo.

Fotos: Carol Nogueira

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Carol Nogueira
Carol Nogueira
Repórter do Finanças Femininas, fã de David Bowie e John Coltrane. Passa o tempo livre pesquisando textos da Sylvia Plath e assistindo séries na Netflix.

Leia em seguida

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas