Como administrar meu dinheiro? 5 dicas para quem não sabe por onde começar

21 de abril de 2020 - Por

como-administrar-meu-dinheiro-5-dicas-para-comecar

quem ama, compartilha!

Quando você está presa naquele enrosco financeiro, você pensa: como administrar o meu dinheiro para sair desse sufoco? Afinal, as dívidas se acumulam, seu salário não rende e os boletos não param de chegar. É tanta informação que dá até um aperto.

Para te ajudar, confira o passo a passo para controlar seu dinheiro e organizar sua vida financeira.

1) Verificar todas as suas contas a pagar

Ignorar as contas a pagar nunca é uma boa ideia. Pegue tudo o que você tiver em casa e anote as datas e valores em uma planilha. A ideia aqui é que você veja exatamente todos os seus gastos mensais.

2) Avaliar seus extratos bancários e faturas do cartão de crédito

Com os extratos bancários e faturas em mãos, você consegue montar a sua planilha de gastos dos últimos 3 meses. Para isso, basta pegar cada uma das despesas e classificar em 3 categorias: essenciais, supérfluos e pagamento de parcelas. O ideal é que os seus gastos com essenciais correspondam a 50% do seu salário; com supérfluos, a 20% e com parcelas, a 30%. Para te ajudar, baixe a planilha do 50/30/20 aqui.

3) Fazer uma lista com todas as suas dívidas

Para quitá-las, o primeiro passo é saber exatamente quanto você deve, para quem e as taxas de juros cobradas. Com as informações organizadas, você pode começar a pagar as dívidas com os maiores juros, pois são as mais caras. Para isso, baixe a planilha para quitar dívidas.

4) Cortar os gastos supérfluos

O ideal é que você consiga encaixar os seus gastos dentro do modelo de orçamento 50/20/30: 50% para essenciais, 20% para supérfluos e 30% para pagamento de parcelas. Na hora de preencher a sua planilha, você vai ver onde estão os exageros. Vale lembrar que a fórmula é totalmente adaptável a sua realidade e você pode fazer 70/30/10 ou 60/20/10.

A Carol Sandler fez um vídeo explicando como adaptar o 50/30/20 ao seu orçamento doméstico. Veja a seguir.

5) Renegociar e refinanciar as dívidas

Resolver as dívidas não é tão simples assim – mas isso não quer dizer que seja impossível. Se você perceber que está gastando muito mais do que 30% com o pagamento de parcelas, vai ter que sentar com o credor para renegociar as parcelas. Outra alternativa é tentar conseguir um empréstimo pessoal, com juros menores, para poder pagar as dívidas todas e ficar apenas com este.

Viu? Com disciplina e consistência, você consegue montar um plano e segui-lo para sair do enrosco de uma vez por todas e ter uma vida financeira organizada.

Fotos: AdobeStock.

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

educacao-financeira-infantil-vai-alem-da-mesada-veja-dicas

25 de maio de 2020

A mesada é uma experiência importante na educação financeira infantil, mas para ter efetividade você pode aliá-la a outros ensinamentos. Descubra!

qual-diferenca-entre-o-salario-bruto-e-liquido-descubra

28 de abril de 2020

Nosso salário cai na conta cheio de descontos. Entenda como se organizar financeiramente levando em consideração o salário bruto e o líquido.

guia-para-cuidar-das-financas-na-crise-do-coronavirus

1 de abril de 2020

É primordial cuidar das finanças nesse momento de crise. Organização financeira e controle de gastos são necessários para atravessar esse período. Veja como manter a saúde financeira.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas