Como administrar o namoro com colega de trabalho?

11 de junho de 2015 - Por

namoro-no-trabalho

quem ama, compartilha!

A sensação de estar apaixonada pode ser bem gostosa. Se o sentimento for correspondido, nada melhor! Mas existe uma saia justa que pode acontecer entre os apaixonados: quando eles são, além de namorados, colegas de trabalho. O tema já gerou mais polêmica no passado, hoje é visto com mais naturalidade. Em todo caso, ainda ficam algumas dúvidas e uma certa sensação de “pisar em ovos” quando o assunto é o comportamento em cada ambiente.

O fato de ser colega de trabalho do seu namorado ou namorada não precisa necessariamente ser empecilho para o relacionamento, tampouco para a carreira de vocês. É preciso, no entanto, observar a conduta para que isso não gere problemas ao casal. Tratamento desproporcional entre os colegas de trabalho e o parceiro (a) podem ser motivo de atrito dentro da equipe, por exemplo.

O professor e especialista em gestão de pessoas da IBE-FGV, Sérgio Miorin, ressalta que namorar com alguém do trabalho não precisa ser visto como um problema. Aliás, se o casal souber administrar bem essa parceria no ambiente profissional, a união pode ser benéfica para a empresa.

Tratamento

O importante é saber estabelecer limites. “No ambiente de trabalho há período para tudo. Hora de trabalhar é hora de trabalhar. Você deve equilibrar as coisas. Deve haver maturidade. Uma situação não pode interferir na outra. Se o namoro atrapalhar o desempenho do trabalho, passa a ser um problema”, reforça.

O que vale é o bom senso. Pense bem, se um colega de trabalho for um amigo de longa data, vocês certamente se tratam com mais informalidade e intimidade fora do expediente. Em ambiente profissional, no entanto, deixam de lado as gírias, as piadas internas ou mesmo os palavrões. O mesmo vale para um casal. O escritório não será o ambiente para vocês trocarem carícias ou terem uma DR. Cada coisa a seu momento.

namoro-colega-trabalho

Imparcialidade

O especialista destaca que é fundamental estabelecer uma relação imparcial no trabalho, para evitar atritos em equipe. Deixar de tratar o parceiro (a) como colega de trabalho pode gerar constrangimentos entre superiores e subordinados. “Não pode haver favorecimentos ou subordinação pessoal, pois isso gera um mal estar na equipe, extrapola a relação profissional e vira questão ética”, destaca.

Código de conduta da empresa

Os posicionamentos das empresas em relação a namoros entre funcionários da equipe podem ser variáveis, portanto é aconselhável ficar atenta ao código de conduta da companhia para guiar seu comportamento. Isso não significa, no entanto, esconder a relação. “Não é preciso esconder de ninguém, mas também é necessário ficar atento aos limites estabelecidos e nunca desobedecer às regras”, ressalta o especialista.

Impasses

De um modo geral, a própria empresa pode sair perdendo se insistir em posicionar-se contra o relacionamento entre dois profissionais. Se duas pessoas se dispuseram a enfrentar este desafio, é porque elas realmente querem muito estar juntas. Sendo assim, na hora de colocar os prós e contras na balança, podem acabar optando por procurar outros empregos em vez de abrir mão do relacionamento.

Na verdade, é o próprio casal que precisa ter muita firmeza de que realmente quer trabalhar no mesmo ambiente, tendo em vista os obstáculos que isso pode representar. “O principal ponto é a pessoa saber separar a vida profissional da pessoal. O relacionamento amoroso dentro do ambiente corporativo é sempre complexo, porque haverá cobrança tanto pelo lado profissional quanto pelo emocional. É difícil conciliar as duas situações”, finaliza.

Nas palavras dele, a melhor saída para o casal é optar sempre pela transparência e boa comunicação para lidar com o relacionamento dentro da empresa. Ao longo do tempo, analise como anda o equilíbrio tanto de sua carreira quanto da sua relação. Se um dos lados estiver muito prejudicado, é melhor vocês dialogarem a respeito de uma solução. O importante é que haja equilíbrio profissional para os dois, bem como a felicidade de vocês dentro e fora do trabalho.

Crédito das fotos: Shutterstock

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

video-aprenda-a-combater-a-sindrome-do-impostor-1

12 de agosto de 2019

Sabe quando bate aquela insegurança acompanhada de uma vozinha que fica martelando na sua cabeça que você não é boa o suficiente? Ou que você não merece a tão desejada promoção, por exemplo? E também a sensação que todas as suas conquistas, principalmente, na vida profissional foram pura sorte? Você não está sozinha. Continue aqui […]

atitudes-antiprofissionais-que-você-não-nota

22 de julho de 2019

Alguns comportamentos no ambiente de trabalho são automáticos. Será que, com isso, você anda tendo atitudes antiprofissionais sem perceber?

16 de julho de 2019

Nesta terça (16), Carol Sandler, fundadora do Finanças Femininas e coaching financeira dá um grande passo em sua carreira com o lançamento da TV Carol, a primeira TV digital por streaming de uma influenciadora brasileira. A nova plataforma vai expandir horizontes e ampliar o alcance dos conteúdos sobre educação financeira para empoderar mais mulheres. Será […]

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas