Como calcular a rentabilidade de um investimento?

23 de agosto de 2018 - Por

Cálculo-rentabilidade -Yubb(1)

quem ama, compartilha!

Débora Duarte*, do Yubb

Prazo de vencimento, investimento mínimo, liquidez, tributação do imposto de renda, taxa de corretagem… Na hora de escolher um investimento, existem diversos fatores que precisam ser levados em consideração. Mas o que a maioria das pessoas gosta de saber mesmo é sobre a rentabilidade!

Ao procurar os melhores investimentos, você vai se deparar com as taxas oferecidas pelas instituições financeiras e talvez não entenda direito o que aquilo significa. É por esse motivo que o Yubb, buscador de investimentos online e gratuito, está aqui no Finanças Femininas. Pode parecer complexo, mas vou te mostrar que é muito simples transformar aquelas porcentagens em dinheiro de verdade. Aprenda como calcular a rentabilidade de um investimento no post de hoje:

1. Expectativa de resgate bruto

Quanto você vai ter ao final do seu investimento – sem desconto de taxas e impostos? Essa é a sua expectativa de resgate bruto. Se você investiu R$ 3 mil em um CDB que rende 9% ao ano com vencimento dali a 24 meses, por exemplo, quanto de dinheiro você terá ao final do período? É essa resposta que vamos descobrir agora.
Observação importante: para fazer todos os cálculos, os números usados precisam ser decimais. Números percentuais não funcionam nas fórmulas. Para transformar o número percentual em decimal, basta dividir por 100.

a) Prefixados

O prefixado é aquele investimento com taxa definida desde o momento da aplicação (% ao ano). Confira o cálculo que você precisa fazer para descobrir a expectativa de resgate bruto de um investimento prefixado:

Resgate bruto = principal * (1 + % a.a. bruta) ^ (vencimento em dias úteis / 252)

Sendo que:

  • Principal = total do valor investido
  • % a.a. bruta = rentabilidade ao ano do seu investimento
  • Vencimento em dias úteis = prazo total de vencimento do seu investimento em dias úteis
  • 252 = número fixo que representa o total de dias úteis em um “ano financeiro”

Agora, é só aplicar os valores do seu investimento! Primeiro, basta fazer as contas dos parênteses. Se a rentabilidade é de 9% ao ano, 1 + 0,09 = 1,09. Se o vencimento é de 24 meses, são 504 dias úteis que, divididos por 252, resulta em 2.

Como 1,09 elevado a 2 é igual 1,1881, basta multiplicar esse valor pelo total investido (R$ 3 mil) que resulta em 3564,30. Prontinho! Ao final dos dois anos, você terá R$ 3.564,30!

b) Pós-fixados

O pós-fixado é aquele investimento em que a taxa depende de algum indicador (% do CDI, % da SELIC, % do IPCA e etc). Nesse caso, o cálculo é um pouco mais complexo de ser feito, já que não é possível aplicar a taxa diretamente na fórmula. Abaixo, vamos falar sobre o CDI, que é o indexador mais comum.

Antes de fazer a conta do resgate, você precisa transformar aquela % do CDI em uma % ao ano:

% ao ano = (porcentagem de rendimento do CDI * CDI_pa) * 100

Sendo que:

  • Porcentagem de rendimento do CDI = quantos % do CDI o seu investimento está rendendo
  • CDI_pa = quanto vale o DI atual

Um exemplo: se você aplicou o seu dinheiro em um RDB que rende 150% do CDI e o DI atual é 6,39%, basta multiplicar 1,5 por 0,0639 e multiplicar o resultado por 100. Dessa forma, você descobre que o seu investimento rende 9,58% ao ano.

Uma vez que você tiver a equivalência, basta pegar esses 9,58% ao ano e aplicar na mesma fórmula dos prefixados:

Resgate bruto = principal * (1 + % a.a. bruta) ^ (vencimento em dias úteis / 252)

É importante lembrar que essa conta é feita com base no DI atual. Se você quiser uma projeção com base na taxa de juros futura, é necessário colocar o DI futuro na fórmula (de acordo com o prazo de vencimento que você espera).

Cálculo-rentabilidade -Yubb(1)

2. Expectativa de resgate líquido

Na maioria dos investimentos, é cobrado o imposto de renda. Quanto você vai ter ao final do seu investimento – com a cobrança dos impostos? Basta fazer a conta do resgate bruto e multiplicar pela alíquota do Imposto de Renda.

Resgate líquido = resgate bruto – [ (resgate bruto – principal) * % da alíquota do imposto de renda ]

Assim como o exemplo de cima, agora é só aplicar os valores do investimento na fórmula. No parêntese, basta subtrair o principal (R$ 3 mil) do resgate bruto (R$ 3.564,30), que resulta em R$ 564,30. Neste caso, como o investimento é de 24 meses, a alíquota do imposto de renda é 15% de acordo com a tabela regressiva. Ou seja, no colchete, basta multiplicar R$ 564,30 por 0,15.

Se você não sabe qual é a tabela regressiva do imposto de renda, confira:

  • Dinheiro investido por até 180 dias: alíquota de 22,5%;
  • dinheiro investido de 181 a 360 dias: alíquota de 20%;
  • dinheiro investido de 361 a 720 dias: alíquota de 17,5%;
  • dinheiro investido por mais de 721 dias: alíquota de 15%.

O resultado de R$ 84,64 que você encontrou representa o que você precisou pagar de IR. Ao retirar esse valor do resgate bruto, você encontra o resgate líquido, que foi de R$ 3.479,66. Isso significa que, retirando os impostos cobrados, o seu investimento rendeu R$ 479,66!

Conseguiu entender como calcular a rentabilidade de um investimento? No início, pode parecer um pouco complicado, mas é um cálculo que fica mais fácil com o hábito. Se tiver qualquer dúvida, deixe nos comentários!

Na hora de buscar o melhor investimento, a boa notícia é que você não precisa ficar fazendo todas essas contas. O Yubb faz todos os cálculos automáticos para você de acordo com o valor que você quer investir (R$) e por quanto tempo (meses). Assim, fica muito mais prático escolher o investimento para ganhar mais dinheiro!

*Débora Duarte: Débora é produtora de conteúdo no Yubb, buscador de investimentos totalmente gratuito para qualquer pessoa encontrar opções para aplicar melhor seu dinheiro, e formada em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Fotos: Fotolia e Yubb

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

17 de julho de 2019

A rentabilidade é uma dúvida frequente das investidoras, mas agora que você sabe o que é CDB, LCI, LCA, CDI, e também já aprendeu tudo sobre Tesouro Direto e Tesouro Selic, chegou a hora de descobrir como comparar a rentabilidade do seu investimento. O primeiro ponto a entender é que enquanto o Tesouro Selic e […]

11 de julho de 2019

Você decidiu fazer um investimento em renda fixa, mas está confusa com a sopa de letrinhas de CDB, LCI e LCA? Calma! Não fique apavorada, porque é muito fácil e vamos te ensinar tudo que você precisa saber para investir. A renda fixa é uma aplicação segura e o primeiro passo para quem deseja embarcar […]

tudo-sobre-renda-fixa-tesouro-direto-cdb 01

24 de janeiro de 2019

Quer investir em renda fixa mas não sabe por onde começar? Conheça suas opções, entre Tesouro Direto, CDBs, LCIs, LCAs, RDBs e muito mais!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas