Como deixar de ser perfeccionista pode ajudar sua carreira

16 de janeiro de 2019 - Por

perfeccionismo-no-trabalho-perfeccoinista-carreira 01

quem ama, compartilha!

É comum enxergar o perfeccionismo como uma qualidade – principalmente no mercado de trabalho. Há, inclusive, quem o encare como um dos segredos para o sucesso. Por isso, é difícil imaginar que ser perfeccionista pode, na verdade, atrapalhar sua carreira, diminuir sua produtividade e dificultar seu desenvolvimento pessoal.

Enquanto, em alguns casos, o perfeccionismo é um traço de personalidade, em outros, a pessoa acaba caindo neste “buraco” por causa de ambientes de trabalho competitivos e até mesmo por medo de falhar ou insegurança.

Em seu blog, o Trello – aplicativo para organizar fluxos de trabalho e aumentar a produtividade – deu algumas dicas para não deixar o perfeccionismo atrasar sua carreira.

Por que feito é melhor do que perfeito?

O cálculo é simples: como você vai concluir tarefas se sustentar padrões impossíveis de serem cumpridos?

Além disso, o perfeccionismo pode levar à procrastinação. “As pessoas que estão preocupadas com a perfeição muitas vezes sofrem para começar um trabalho. Sua paralisia pode levar à procrastinação, prazos perdidos e a um resultado final do trabalho que, em última análise, é de qualidade ainda pior do que se tivessem arregaçado as mangas cedo e começado no prazo”, disse a psicóloga social e coach de liderança Erin Baker em entrevista ao blog do Trello.

Resumidamente, a pessoa perfeccionista está tão preocupada em cumprir suas tarefas com perfeição que, na hora de começar algo, acaba paralisada.

Assim mesmo.

Caso a perfeccionista consiga superar essa primeira fase, ainda terá que lidar com o perfeccionismo ao longo da execução. “Produtividade não é apenas sobre a quantidade de trabalho, mas também sobre a qualidade do trabalho – e ter expectativas excessivamente altas para si mesmo pode limitar sua capacidade de fazer o melhor”, comentou Laura Hamill, psicóloga organizacional e diretora de ciências da Limeade, também em entrevista ao blog do Trello.

De acordo com Hamill, isso acontece porque o perfeccionismo pode inibir a tentativa de assumir riscos e fazer coisas novas, e isso acaba sufocando a capacidade de inovar.

Isso não quer dizer que você deva fazer suas tarefas de qualquer jeito. O segredo para dar conta do recado é encontrar o equilíbrio entre ser zelosa com suas atividades e, mesmo assim, entregar o que for necessário.

perfeccionismo-no-trabalho-perfeccoinista-carreira 02

Como deixar o perfeccionismo no trabalho de lado

Se você quiser mesmo aumentar sua produtividade e – por que não – se sentir mais leve, talvez este seja o momento de deixar o perfeccionismo de lado e entender que feito é melhor que perfeito. Preste atenção às dicas!

1. Vá aos poucos

Quando falamos em grandes mudanças, saiba que um pequeno passo já a deixará mais próxima de seu objetivo. Então, você não precisa fazer uma mudança drástica em seu comportamento: comece aos poucos e contente-se com o “bom o suficiente”, em vez de buscar a perfeição.

“Termine um projeto um pouco antes de considerá-lo perfeito. Envie um e-mail para um colega sem revisá-lo antes. Admita a um colega de trabalho quando estiver tendo dificuldades para começar algo. Você começará a ver, com o tempo, que essas imperfeições não diminuem a sua imagem diante dessas pessoas e, na verdade, você vai perceber que elas se identificarão mais com você, afinal, você é humano”, aconselhou Baker ao Trello.

Agindo desta forma, você terá menos dificuldades em deixar o perfeccionismo de lado quando tiver que encarar tarefas maiores e mais importantes.

2. Coloque-se no lugar dos outros

Muitas pessoas que sofrem com o chamado perfeccionismo auto-orientado – extremamente críticas consigo mesmas – não são tão exigentes com quem os cerca. Se este for o seu caso, tente ser mais gentil consigo mesma.

Como? Coloque-se no lugar de outra pessoa. “Se você se pegar querendo continuar a trabalhar nas coisas até o ponto da perfeição, pergunte-se o que você diria se o seu colega de trabalho estivesse nessa posição. Você diria a ele para continuar trabalhando, ou você o encorajaria a parar no ‘bom o suficiente’?”, orientou Baker.

3. Defina prazos para seus projetos (e cumpra-os)

Se você está entre as perfeccionistas que mal conseguem começar um projeto ou, ainda, têm dificuldades em concluí-los, definir critérios de tempo pode tirá-la dessa enrascada.

Defina limites de tempo para si mesma. Se você precisa fazer um relatório, diga para si mesma: “Vou trabalhar neste relatório pelos próximos 90 minutos” – e faça isso sem distrações. Ao final deste tempo, tudo deve estar pronto, mesmo que você ache que ainda não está “perfeito”.

Essa prática é conhecida como Técnica Pomodoro.

4. Saiba quando usar o perfeccionismo a seu favor

Se você for naturalmente perfeccionista, não adianta se chicotear: essa característica sempre estará com você. O segredo para não deixá-la atrapalhar seu progresso é saber quando usá-la a seu favor.

Desta forma, você poderá aplicar seu lado perfeccionista em áreas do trabalho e da vida que, de fato, importam para você, podendo relaxar em outras áreas. Por exemplo, se você quer ser conhecida como uma grande organizadora de projetos, coloque suas tendências perfeccionistas para preparar seus fluxos de trabalho e contente-se com o “bom o suficente” em qualquer outro assunto.

5. Caia na real

A verdade é que a perfeição simplesmente não existe. Então, se você realmente quiser aumentar sua produtividade e aliviar este peso do seu peito, precisa aprender a garantir o “feito” – afinal, feito é melhor do que perfeito.

Vai, garota!

Fotos: AdobeStock e Tenor

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Ana Paula de Araujo
Ana Paula de Araujo
Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

meritocracia-no-brasil-como-driblar

22 de fevereiro de 2019

Segundo estudo, meritocracia não funciona na prática. Então, como driblar as desvantagens de ter nascido menos favorecida? Veja dicas práticas!

profissoes-em-alta-carreira-2019 01

20 de fevereiro de 2019

Ranking mostra que, entre as profissões em alta, estão desenvolvedor mobile, bioinformacionista e agricultor urbano. Conheça outras e evolua na carreira!

sinais-de-que-voce-pode-ser-demitida-em-breve

15 de fevereiro de 2019

Todos estão sujeitos a serem demitidos. Mas como saber se o seu emprego está na reta? O primeiro sinal de demissão é são os feedbacks ruins. Veja outros.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas