Como gastar pouco em 4 folias diferentes

Como gastar pouco em 4 folias diferentes

*Carolina Camocardi

O carnaval é uma grande brincadeira, momento de ser quem não somos, uma brincadeira lúdica de teatro, escolhendo um ou mais personagens para atuar nos dias de folia.

O que não percebemos é que fazemos isso diariamente, assumindo papéis, roteiros e dramaturgias para nos esconder. Usamos máscaras inconscientes, mas ao chegar à festa, nos desmascaramos e podemos usar o carnaval como desculpa para sermos nós mesmas.

Já pensou em cair no samba e poder viver, mesmo que por poucas horas, algo que por vergonha nunca provou? Use o carnaval como forma de libertação. Não precisa extrapolar ou contar aos outros, mas faça deste momento uma vivência pessoal.

Seja leve, caia na folia com consciência e brinque. Abaixo, segue lista de quatro formas de se divertir gastando pouco ou nada.

Bloquinho (gasto +)

Os famosos bloquinhos invadiram as cidades do País. Muitos investem em produções exorbitantes, mas este é um momento de exercitar a criatividade. Maquiagem com glitter, perucas, adornos de cabeça como fita, laço e chapéu podem trazer um toque lúdico.

Clubes e bailes (gasto +++)

A festa pede uma fantasia, a forma mais barata é reformar a antiga ou criar com as roupas que já possui. Lembre que o brilho ganha destaque em qualquer look básico. Pode apostar naquela camiseta toda bordada com lantejoulas que ficou no fundo da gaveta. Se a festa for requintada, invista em uma máscara veneziana ou em maquiagem artística, aquela usada em filmes. Se a make for aliado à fantasia, a caracterização torna-se completa.

carnaval-economia

Rua (gasto +)

Se a bagunça for na rua, é hora de escolher uma roupa confortável, fresca e que pode estragar. Estilizar as peças com tinta ou recortá-las para ganhar nova modelagem podem ser opções para aproveitar aquela roupa que não usa mais. Como geralmente chove nessa época, dê um toque especial na capa de chuva. Fazer desenhos com canetinhas ou usar tinta pode ficar interessante.

Trio elétrico (gasto ++)

O bloco cresceu e terá que usar uniforme, o famoso abadá. Para não sair por aí de camisetão, muitas vezes com tamanho maior que o seu, a solução é customizar. Existem costureiras especializadas nesses serviços, mas pode fazer sozinha, basta ter criatividade e uma boa referência. Com uma caixa de costura e peças para bordar, transforme a camiseta em uma linda blusa. Crie sobre a estampa. Aquele colar de pedras, que não usa mais, pode servir para aplicar e dar um toque especial.

Deixo abaixo alguns links com referências de imagem para ajudar na criatividade e reduzir os gastos.

Pinterest: crie no carnaval

Instagram: CanCan Acessórios

Instagram: Ateliê Veneza

*Carolina Camocardi é personal stylist e trabalha com o conceito da imagem consciente. Desenvolve consultorias personalizadas com foco no autoconhecimento da própria imagem, desconstrução de paradigmas e reorganização visual e conceitos. 

Fotos: Fotolia

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Você gostou desse conteúdo?

Carol Camocardi

Carol Camocardi

close