Como seu perfil de investidor influencia no seu plano de previdência?

24 de novembro de 2016 - Por

quem ama, compartilha!

*Post patrocinado pela Caixa Seguradora. 

Quando você está escolhendo um plano de previdência, precisa também olhar para um ponto fundamental: a maneira como o seu dinheiro será investido. Ao contratar um plano de previdência, o seu dinheiro é aplicado em fundos de investimento – é dessa forma que ele é colocado para render. Especialistas de investimentos da própria seguradora são os responsáveis por fazer a gestão desse dinheiro. Eles fazem essas escolhas por você com base em todo o conhecimento de economia e do mercado financeiro.

O que muita gente não sabe é que existem vários tipos de fundos que são atrelados aos planos de previdência – cada um combinando com um perfil de investidor diferente. Quer entender melhor? Conheça os perfis e veja, por exemplo, como a Caixa Seguradora trabalha com eles:

Conservador 

Ideal para quem não tem intenção de se expor demais ao investir e prefere aplicações mais conservadoras. 90% da carteira é composta por títulos públicos e 10% por títulos privados.

Moderado

Aqui, a carteira é um pouco mais arrojada em relação à anterior: 20% dos investimentos em títulos públicos (Tesouro Direto) e 80% em títulos privados.

Dinâmico

100% da carteira é composta por títulos do tipo Tesouro IPCA com pagamento de juros semestrais, que é um tipo específico de título público ofertado pelo Tesouro Direto.

perfil de investidor caixa seguradora

Arrojado

Nesse caso, o fundo aplica 60% da carteira em títulos públicos e 40% em ações.

Ousado

Semelhante ao anterior, só que nesse caso 70% da carteira fica aplicada em títulos públicos e 30% em ações.

Agressivo

Voltado para quem está disposto a se expor mais no mercado para tentar retornos mais elevados. 51% da carteira fica aplicada em títulos públicos, enquanto 49% vão para ações.

 

Se bater a dúvida de qual é a melhor opção para o seu perfil, vale pedir uma orientação para o seu gerente ou um planejador financeiro. Vocês vão precisar considerar os seus objetivos, prazo e nível de exposição para escolher um fundo de investimento que te ajude a ficar mais perto dos seus sonhos. Mas não se esqueça: confira sempre as taxas cobradas.

Agora que você sabe como o dinheiro é aplicado em um plano de previdência, é hora de escolher o produto que mais se encaixa com o seu perfil de investidor e cuidar do seu futuro.

 

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Fotos: iStock

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Avatar

Leia em seguida

15 de julho de 2019

Poupar para o futuro pode ser desafiador. Esta regra pode ajudá-la a saber se está no caminho certo ao planejar a aposentadoria.

8 de julho de 2019

Você quer começar a investir seu dinheiro, mas não sabe como começar? A primeira coisa que você deve fazer é montar a sua carteira. Aprenda aqui como!

dona-casa

31 de outubro de 2018

É comum a dona de casa não pensar em pagar o INSS, mas ele pode te garantir inúmeras vantagens, além da aposentadoria. Saiba como conseguir o benefício!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas