Como ter organização financeira para montar um fundo de emergência

4 de julho de 2014 - Por

organização financeira e fundo de emergência

quem ama, compartilha!

Todo mês você observa o seu salário escapando aos poucos entre contas a pagar e pequenas diárias? Se essa é sua situação e raramente sobra algum dinheiro ao fim do mês, o que você faria se passasse por alguma situação inesperada, como uma pane em seu carro ou a necessidade de fazer uma cirurgia que não é coberta por seu plano de saúde?

Viver no limite é perigoso. Em situações em que você estiver realmente precisando do dinheiro em mãos com urgência, pode ser preciso ter que recorrer a um empréstimo e isso não é bom. Para evitar o início de uma dívida, é realmente necessário tirar aquela história do fundo de emergências somente do campo das ideias e torna-la realidade.

Como medir o fundo de emergências?

De forma geral, o indicado pela maioria dos especialistas é ter um fundo de emergência capaz de cobrir suas despesas por pelo menos três meses. O quanto você precisará economizar por mês para montar sua reserva emergencial vai depender da sua situação. Se você trabalha como autônoma, o mais prudente é economizar o máximo que puder para montar seu fundo. A situação pode ser um pouco mais flexível para quem tem um emprego em uma grande corporação, que garanta benefícios que possam suprir suas necessidades em uma situação de emergência.

Enfim, analise qual é a sua situação para saber o quanto você vai precisar separar mensalmente. É importante também manter esse dinheiro em alguma aplicação que lhe garanta liquidez, afinal você não sabe em que tipo de situação vai precisar sacar o dinheiro, mas o objetivo é facilitar o acesso a esse dinheiro em caso de necessidade!

Para não cair em tentação e gastar com o que não deve, você pode deixar uma transferência programada mensalmente, da sua conta corrente para seu fundo de emergência. Assim o dinheiro fica acessível, mas não a ponto de você correr o risco de gasta-lo com supérfluos.

organização financeira para fundo de emergência

Estabelecendo metas

Para tentar alcançar grandes resultados, vamos tentar nivelar pelo alto. Se você acha que economizar R$ 500 por mês é muito para você, estabeleça isso como meta para tentar chegar o mais próximo da meta que conseguir. Uma tática funcional para conseguir seus objetivos é fracionar a meta mensal. Pensar em separar R$ 500 por mês pode parecer difícil, mas se você analisar bem, isso significa economizar R$ 16,70 por dia. Por essa perspectiva não parece tão complicado, não é?

O comércio usa essa tática com frequência em ações publicitárias. Lembra daquelas propagandas que tentam te convencer a financiar um carro guardando R$ 10, R$ 15 por dia? Então, é basicamente a mesma coisa, só que em vez de comprometer o dinheiro com uma dívida, você guarda-o para sua segurança.

Não interessa o tamanho do seu salário, sabemos que existem despesas que não vão deixar de existir e que economizar é difícil, mas há sempre um jeito de cortar algum tipo de gasto extra. Se o carro está te dando muita despesa, tente usar o transporte público com mais frequência. Leve seu almoço ou lanche de casa para o trabalho, para evitar gastos com restaurante. Se a sua renda ainda assim estiver muito baixa, estude formas de fazer um dinheiro extra e guarde tudo que conseguir em seu fundo de emergência!

 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

escolhendo-investimentos-pelo-nivel-de-risco

21 de agosto de 2019

Quer investir mas não sabe qual o risco da aplicação? Confira algumas dicas para saber como deve escolher a forma como vai direcionar seu dinheiro.

vale-a-pena-aplicar-sempre-no-mesmo-titulo-do-tesouro-direto

20 de agosto de 2019

Você já sabe que é importante investir todos meses para ter bons rendimentos no futuro. Contudo, muitas investidoras de primeira viagem ficam na dúvida se devem aplicar seu dinheiro sempre no mesmo título do Tesouro Direto, ou arriscar e investir em outra modalidade. Se você segue o modelo de orçamento 50/30/20, utilizado pela Carol Sandler […]

fomo-como-o-que-voce-segue-nas-redes-sociais-impacta-suas-financas

19 de agosto de 2019

Sabe aquele sentimento de aflição e ansiedade quando você vê algo que quer, mas não pode comprar nas suas redes sociais? Isso pode impactar e muito as suas finanças. Saiba como funciona o FoMo!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas