Crediário ainda é utilizado para pagamento de compras, indica SPC

8 de agosto de 2019 - Por

crediario-ainda-e-utilizado-para-parcelar-compras-indica-spc

quem ama, compartilha!

O crediário ainda é a opção favorita de 30% dos consumidores para o pagamento de compras, apesar da popularização do cartão de crédito. Esse dado é do levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

As instituições entrevistaram 805 pessoas que utilizaram o famoso carnê, boleto a prazo ou cartão de loja nos últimos 12 meses. A modalidade é utilizada por 50% dos consumidores para comprar roupas. Enquanto 46% prefere utilizar o crediário para adquirir eletrônicos. Outros 40% utilizam o crediário para a compra de eletrodomésticos e eletroportáteis.

Pagar à vista ou parcelar as compras?

Dentre as causas que motivaram as compras no crediário, 35% dos consumidores apontaram a falta de condições para compra à vista. A possibilidade de parcelar as compras é considerada uma grande vantagem por 30% das pessoas. A pesquisa também indica que as compras são parceladas em seis vezes.

Os principais riscos das compras parceladas no crediário são os valores de juros e outros custos embutidos no cálculo das parcelas, segundo Eliane Tanabe, planejadora financeira da Planejar. “Como o número de parcelamento pode ser extenso, o valor da prestação, apesar de aparentar acessível para um pagamento mensal, pode estar “maquiando” custos elevados”, alerta.

crediario-ainda-e-utilizado-para-parcelar-compras-indica-spc-

A facilidade do crediário é um perigo, já que o aumento do poder de compra pode comprometer seu orçamento e levar à inadimplência, caso a situação saia do controle. Entre os usuários do carnê ou cartão de loja, 44% já ficaram com o nome sujo por não cumprir com o pagamento das parcelas. No entanto, o número representa uma diminuição de 15 pontos percentuais em relação ao ano anterior. Os dados também mostram que 31% já conseguiram sair da inadimplência, mas 12% continuam negativados.

“Muitas pessoas não possuem dinheiro para comprar à vista determinado produto e acabam parcelando. Para evitar que isso ocorra é importante sempre ter uma reserva de economia para essas compras futuras, assim o cliente consegue se endividar menos e muitas vezes tem vantagens e descontos para pagar à vista”, diz Daniela Casabona, assessoria financeira e sócia-diretora da FB Wealth.

Compras por impulso

Outro dado revelado na pesquisa é que 20% dos consumidores entrevistados optaram pelo crediário como forma de fazer mais compras. Os inúmeros estímulos nas lojas incentivam as compras por impulso, muitas vezes de itens desnecessários, apenas para satisfazer um prazer emocional. “A dica é lembrar sempre de acionar a razão. Raciocinar se precisa ou quer. E, se “eu preciso”, terei como pagar ou não. Caso a razão mostre que não será possível realizar aquela compra, resista à tentação para não se descontrolar financeiramente”, afirma Tanabe.

A melhor maneira de evitar dívidas e, por conseguinte, o consumismo é o uso consciente do dinheiro. Ter um planejamento financeiro poderá te auxiliar a entender as prioridades e estabelecer o melhor plano de compras. “O planejamento te ajuda a não gastar mais do que ganha e até a começar a juntar seu dinheiro e comprar as coisas de maneira mais inteligente.”, finaliza Casabona.

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Avatar
Carol Nogueira

Leia em seguida

compras-impulso

17 de maio de 2018

O crédito fácil é responsável pela maioria das compras por impulso entre os consumidores brasileiros. Utilizar o cartão de crédito sem planejar pode acabar virando uma bola de neve.

herança-de-dívida

19 de abril de 2018

Um ente querido morreu e deixou uma dívida sem pagar? A advogada Renata Vilas-Bôas esclarece em quais situações a família precisa arcar com o pagamento. Confira!

cartao-credito

21 de março de 2018

Quem tem dívida no cartão de crédito sabe o quanto é difícil organizar as finanças. Depois de mais de um ano, Rosa viu sua conta bancária positiva. Isso tudo após assistir nossos vídeos. Confira o Desabafa completo!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas