Cuidado com as pirâmides financeiras!

9 de setembro de 2013 - Por

quem ama, compartilha!

Sabe aquela sua amiga que vive te chamando para conhecer uma nova opção de negócio? Finalmente você marca a reunião e conhece o produto… O investimento é baixo e o seu trabalho é conseguir novos membros, para assim, passar a lucrar cada vez mais. Quando se deparar com essa situação, cuidado! Existem grandes chances disso ser uma furada.

A proposta é tentadora – você trabalha para conquistar novos membros, o trabalho é relativamente leve e o lucro estrondoso. Com todas essas características, você pode se enfiar num esquema de pirâmide financeira. Ou seja, por menor que seja o investimento, nem sempre você vai lucrar o quanto imagina e pode até perder a grana que investiu. Com certeza é muito melhor você investir a mesma quantia numa aplicação ou até mesmo deixar render na poupança.

Como funciona a pirâmide financeira?
Assim que for convidada a fazer parte de alguma rede, preste atenção nessas características para saber se é mesmo o esquema de pirâmide financeira:
– Membros antigos chamam membros novos.
– Todos que entram, pagam uma taxa de investimento para conhecer os produtos e apresentar para outras pessoas.
– Você só vai ganhar dinheiro a partir do momento que fizer este grupo aumentar.
– Recebe a promessa de que ganharão muito dinheiro, inclusive mostram bons exemplos.

Qual é o risco de golpe?
Você pode até achar que esta é uma forma de ganhar dinheiro rápido, mas lembre-se que isso não existe! Fora que é muito perigoso! Conforme novas pessoas vão entrando, a pirâmide fica insustentável, porque é muita gente que já participa. Uma hora não vai ter mais ninguém para convidar e, consequentemente, para ganhar mais dinheiro.

É possível lucrar rápido?
Desconfie de todo negócio que oferecerem para você fazer parta na promessa de que o retorno será rápido e vantajoso. As coisas não são tão simples quanto a gente imagina e não existe receita mágica para ficar milionário da noite pro dia. Para tudo na vida temos que trabalhar e correr atrás dos frutos, até mesmo nos investimentos. Você precisa estudar, conhecer novas aplicações e entender cada vez mais.

Como proteger-se?
Assim que surgir essa proposta, não saia assinando cheques. Peça uns dias para pensar e vá atrás de novas informações sobre a empresa. A primeira coisa a fazer é procurar pelo CNPJ mais informações. Vá até o PROCON ou acesse o site da Receita Federal. Ali facilmente você encontrará as informações necessárias. Ao confirmar que a empresa funciona no esquema pirâmide, fuja da proposta! Caso já tenha investido e se sentiu lesionada, procure a delegacia ou Procon e comunique o que está acontecendo. Esteja com todos as provas necessárias para identificar qual é a empresa.

E você, já caiu neste golpe?

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

mulheres-na-musica-iniciativas-apoiam-a-producao-artistica-feminina

22 de agosto de 2019

A produção artística das mulheres vem furando a bolha do machismo e conquistando espaço no mercado musical, que ainda é dominado por homens. O projeto”Por elas que fazem a música”, da União Brasileira de Compositores (UBC), aponta que apenas nove mulheres figuraram a lista dos 100 maiores arrecadadores de direitos autorais da música brasileira em […]

video-aprenda-a-combater-a-sindrome-do-impostor-1

12 de agosto de 2019

Sabe quando bate aquela insegurança acompanhada de uma vozinha que fica martelando na sua cabeça que você não é boa o suficiente? Ou que você não merece a tão desejada promoção, por exemplo? E também a sensação que todas as suas conquistas, principalmente, na vida profissional foram pura sorte? Você não está sozinha. Continue aqui […]

atitudes-antiprofissionais-que-você-não-nota

22 de julho de 2019

Alguns comportamentos no ambiente de trabalho são automáticos. Será que, com isso, você anda tendo atitudes antiprofissionais sem perceber?

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas