Deixei de gastar quase R$ 60 mil depois de parar de fumar

19 de dezembro de 2018 - Por

parar-de-fumar-economizar-carol-sandler

quem ama, compartilha!

Em março de 2018, completei 12 anos desde que parei de fumar. E não é que eu fumava pouco, apenas socialmente. Não: eu fumava dois maços de Marlboro por dia. Comecei a fumar aos 15 anos e fumei até quase completar 22 – longos sete anos até parar de fumar.

Quando resolvi parar de fumar, tive que fazer um tratamento especial para conseguir largar o vício do tabagismo. Eu era a maior fumante da minha turma de amigos, os fumantes “mais relapsos” sempre podiam contar com o meu estoque de cigarros – pois eu não teria coragem de sair de casa sem um maço.

E, desde o dia 6 de março de 2006, nunca mais coloquei um cigarro na boca. Foi o ano em que me formei da faculdade, em que fiz meu projeto de TCC, consegui a minha primeira capa no jornal do grupo onde trabalhava. Ao fim daquele ano, deixei de ser estagiária e fui efetivada no meu emprego. E ainda assim, apesar de tudo isso, a minha maior conquista de 2006 foi ter conseguido largar o cigarro.

Estava conversando com algumas amigas e me dei conta de que estou sem fumar há tanto tempo. Logo minha amiga perguntou: quanto será que você economizou ao longo de todos estes anos?

Na realidade, o correto é dizer quanto deixei de gastar – infelizmente, não tive a ideia de guardar o valor diário que eu gastava com cigarros, se não estaria com uma poupança certamente muito mais polpuda. Para descobrir, pesquisei a evolução dos preços ao longo destes anos e estimei a minha média de consumo de cigarros: 730 maços por ano, dois para cada dia.

Contei essa história neste vídeo, assista até o final!

O número que cheguei foi chocante: R$ 57.767. Deixei de gastar quase R$ 60.000 com cigarros em 12 anos.

Não estou necessariamente mais rica – sei que gastei este dinheiro com viagens, roupas, livros, jantares e afins. Se parece insignificante gastar R$ 9,50 por maço hoje, percebi que o impacto disto ao longo do tempo foi enorme.

Conto tudo isso para fazer a leitora (ou leitor) fumante refletir. Eu sei que parar de fumar é uma decisão que vem de dentro, e não é qualquer propaganda antitabagista que vai influenciar. Eu não larguei o cigarro por causa de apelos familiares nem por propagandas, mas sim quando percebi que não conseguia mais subir um lance de escadas sem ter que parar para respirar no meio, aos 21 anos. Mas se você fuma e tem um sonho (uma viagem, um carro, uma entrada no apartamento), pode valer a reflexão de quanto você conseguiria juntar caso decidisse parar de fumar hoje.

Matéria atualizada em 19/12/2018 às 14h01

Fotos: Fotolia

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas