Depois da gravidez

22 de julho de 2013 - Por

quem ama, compartilha!

Toda mulher tem o sonho de ser mãe. Mas nos dias de hoje, coincidir gravidez e trabalho não é nada fácil. Depois dos meses de licença, reconhecer que deve se separar do pequeno para retomar a carreira e encarar a tarefa de deixar o filho com outra pessoa é um grande desafio.  Como decidir quem vai cuidar do mais novo membro da família? A babá é de confiança? Creche é a melhor opção? Deixar com a avó não fica mais barato?

Para realizar um retorno sem culpas e com sucesso, a psicóloga Roselake Leiros dá algumas dicas que a mãe deve levar em consideração:

Escolinha: Para se reintegrar 100% ao ambiente profissional, a mãe deve deixar o bebê em boas mãos, ou seja, deve escolher uma escola que julgue competente e confiar plenamente no serviço prestado, afinal, de nada adianta voltar ao trabalho com a cabeça no filho que está aos cuidados de outras pessoas.

Sinceridade: A mãe deve sempre conversar com o filho, deixar claro que ela precisa trabalhar e que no final do dia retorna para buscá-lo e dar carinho e atenção.

Sem choros: Sair de casa chorosa ou ter dó de deixar o filho na escolinha faz com que a criança sinta-se abandonada pela pessoa que mais confia. Não se esqueça de que o que você passar para o seu filho, é o que ele vai sentir!

Confiança: A conversa, sinceridade e calma constroem na criança o sentimento mais importante na relação entre pais e filhos, a confiança, desta forma, o bebê não sofre por estar distante da mãe.

Equilíbrio: É preciso manter um equilíbrio entre carreira e filhos, a criança precisa de atenção, cuidados e carinho, mas também restringir-se somente a ela pode torná-la dependente.

“As mães precisam dar continuidade a sua vida profissional, fazer o que gostam e também a vida pessoal. Dedicar-se somente aos filhos é uma forma de torná-los dependentes e também de se esquecer. Essa não é a finalidade da maternidade, ou seja, mães e filhos precisam se completar e não se anular”, explica a especialista.

O que você faria nesta situação?

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

6 de setembro de 2013

Trabalhar e ter um romance por um colega de equipe não é fácil. Aprenda alguns segredinhos para relação dar certo.

17 de julho de 2013

Saiba mais sobre a eficiência do cobre nos jardins. Esta é a aposta dos designers na decoração!

20 de junho de 2013

Depois que casamos ou temos filhos a vida muda, mas não para. Como fazer para voltar à rotina normal com equilíbrio? Listamos algumas dicas.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas