Drible a inflação alta e invista da forma certa!

11 de março de 2013 - Por

quem ama, compartilha!

Fazer um investimento não é a coisa mais fácil do mundo, né? O primeiro obstáculo que temos que passar é guardar dinheiro suficiente para fazer uma aplicação. Se organizando e ficando atenta ao que está acontecendo no Brasil, fica fácil fazer do jeito certo e começar a construir um patrimônio.

Por isso vale acompanhar como a inflação brasileira está alta e quais são os riscos que corremos nesse cenário mais instável. Mesmo assim, isso não é motivo para  largar mão e desistir de investir e fazer dinheiro. Parece difícil começar a entender sobre o universo das finanças e saber como aplicar. Mas para isso, é só começar – leia nossos artigos, acompanhe o jornal e comece a conversar com amigos ou familiares que entendam do assunto!

Mesmo com a inflação alta, é possível guardar dinheiro e fazer investimentos com atenção de um jeito certo para lucrar. Por isso, nessa semana Marcia Dessen, a colunista do Jornal Folha de S.Paulo ensina o passo a passo para quem quer investir mesmo com a inflação alta,  juros tendendo a aumentar e taxa de câmbio mais alta.

De um jeito simples e didático, a cofundadora do IBCPF (Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros) te pega pela mão e dá dicas dos melhores investimentos para as pessoas que nunca investiram. Ela também ensina quais são os investimentos a longo e curto prazo e ajuda a fazer a escolha sozinha.

Confira o artigo dela aqui!

Do que você tem medo na hora de investir? Conte pra gente nos comentários.

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

IBCPF
IBCPF
Planejamento Financeiro

Leia em seguida

15 de julho de 2019

Poupar para o futuro pode ser desafiador. Esta regra pode ajudá-la a saber se está no caminho certo ao planejar a aposentadoria.

12 de julho de 2019

Muitas mulheres que desejam fazer laqueadura têm seu pedido negado. Veja quais são os requisitos legais para realização do procedimento.

pink-tax-o-que-e-machismo

5 de julho de 2019

Produtos “femininos” são até 12% mais caros do que os “masculinos” – e a culpa é da Pink Tax. Se você quer economizar, entenda o fenômeno e veja como fugir.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas