Educação financeira infantil: 8 lições para ensinar à sua filha

10 de março de 2020 - Por

educacao-financeira-8-licoes-para-ensinar-a-sua-filha

quem ama, compartilha!

Os hábitos financeiros precisam ser desenvolvidos desde cedo – e aqui entra a importância da educação financeira infantil. O quanto antes as crianças compreenderem que é preciso saber cuidar do dinheiro, melhor será no futuro. É comum que muitas mulheres enxerguem o assunto “finanças” como um tabu ou que não tenham tanto interesse nesta área. Mas há algo que possa ser feito para mudar isso desde a infância. Dê o exemplo e mostre para sua filha desde cedo que ela pode, sim, ser dona do próprio dinheiro, entender bem do assunto e bancar as próprias escolhas.

No site The Everygirl, a economista Elle Harikleia fala sobre como a mãe lhe inspirou e serviu de exemplo a vida inteira. Inspiradas no tema, trazemos algumas dicas do que você pode ensinar à sua filha para que ela tenha autonomia com o próprio dinheiro ao longo da vida.

1. Educação financeira infantil: dinheiro não nasce em árvore

Ensine sua filha que ela será responsável por ganhar o próprio dinheiro. Ela deverá ir à luta, trabalhar, ter suas conquistas, afinal dinheiro não nasce em árvore. Conforme sua filha for crescendo, incentive-a a economizar dinheiro e a lidar com as finanças, pois só assim ela poderá alcançar a independência financeira. Explique que não é preciso esperar casar para comprar uma casa ou tomar decisões importantes sobre investimentos. Ela deve seguir seu próprio rumo. Se encontrar um (a) parceiro (a) ao longo do caminho, essa pessoa só irá somar na vida dela.

2. Não precisa ter medo de dinheiro

Mostre para ela que dinheiro e números não são assustadores, e que conhecimentos sobre finanças pessoais são necessários para ter independência financeira. Você pode, por exemplo, incentivá-la a cuidar bem da mesada e a fazer planos sobre o que pretende comprar com ela. Dessa forma, lidar com dinheiro se tornará algo natural, e não intimidador.

3. Definir objetivos para evitar o descontrole financeiro

Mostre à sua filha como distinguir desejo de necessidade. Quando ela for adulta, será mais fácil evitar as compras por impulso e o descontrole financeiro. Assim, ela terá mais facilidade para desenvolver estratégias de como conquistar objetivos de longo prazo – a compra de uma casa, por exemplo.

educacao-financeira-8-licoes-para-ensinar-a-sua-filha

4. Ensine-a como planejar a aposentadoria desde cedo

Encoraje sua filha a planejar a aposentadoria o mais rápido possível. Ela pode começar a fazer isso assim que conquistar o primeiro emprego. Pode parecer exagero, mas assim sua filha terá mais chances de ter estabilidade financeira no futuro. Ela pode aderir a planos de previdência privada ou fazer investimentos de longo prazo para não depender exclusivamente do INSS. Para não ter a sensação de estar fazendo um grande sacrifício para algo tão distante, ela pode inicialmente poupar pequenas quantias mensais para a aposentadoria. Lá na frente, sua filha concluirá que o esforço valeu a pena.

5. Fazer uma reserva de emergência é fundamental

Converse com sua filha sobre a importância de ela criar uma reserva financeira de emergência. Explique que os imprevistos fazem parte da vida – pode ser um carro que quebra, desemprego ou o surgimento de problemas de saúde que exigem o uso de medicamentos caros. A reserva de emergência permite lidar melhor com os imprevistos, sem tanto desespero e com menos riscos de ficar no vermelho.

6. Trabalhar para conquistar seus objetivos

Ensine à sua filha a dar valor à independência financeira. Para isso, é essencial que ela trabalhe e confie em sua competência. Quanto mais consciência ela tiver de seu próprio talento e valor, maiores chances terá de crescer na carreira – assim como mais confiança na hora de pedir um aumento, ou fazer uma contraproposta ao ser chamada para um novo emprego.

7. Vida financeira equilibrada é essencial

Mostre para sua filha que se ela tiver disciplina com o próprio dinheiro, não precisará de grandes privações e ter uma vida financeira equilibrada. Ela já terá o hábito de poupar dinheiro para atingir os objetivos e, provavelmente, não será consumista.

8. Na vida a dois, a responsabilidade pelas finanças deve ser de ambos (as)

Explique para sua filha que quando ela encontrar um (a) parceiro (a), o ideal é que cada um (a) seja responsável por suas próprias finanças e que o casal se esforce junto  para atingir os objetivos em comum. Com uma boa educação financeira desde criança, é muito provável que sua filha já tenha isso em mente quando estiver em um relacionamento sério. Se eventualmente a relação acabar, ela terá independência financeira para seguir em frente com qualidade de vida.

Fotos: Adobestock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

educacao-financeira-para-criancas-veja-como-falar-sobre-dinheiro

28 de maio de 2020

A educação financeira para crianças é essencial para ter uma vida econômica saudável na fase adulta. Descubra como falar sobre dinheiro com a criançada.

educacao-financeira-infantil-vai-alem-da-mesada-veja-dicas

25 de maio de 2020

A mesada é uma experiência importante na educação financeira infantil, mas para ter efetividade você pode aliá-la a outros ensinamentos. Descubra!

financas-para-criancas-5-erros-com-dinheiro-para-nao-ensinar-aos-filhos

11 de outubro de 2019

A infância é o melhor momento para aprender a lidar com dinheiro, mas nesse processo de aprendizado é normal cometer alguns erros que podem comprometer a relação da criança com as finanças. Saiba o que não ensinar aos filhos.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas