Estratégia fashion para não gastar demais nas liquidações

20 de janeiro de 2014 - Por

como aproveitar liquidações sem gastar muito

quem ama, compartilha!

*Vanessa Duarte

Elas são atraentes e brilham aos olhos de qualquer mulher, levam muitos nomes como sale, liquidação, promoção, saldo, bota fora, entre muitos outros… isso mesmo as liquidações fazem a nossa cabeça porque imaginamos ter a oportunidade de comprar tudo o que queremos por um preço mais acessível.

Mas é preciso ficar alerta, as promoções podem ser traiçoeiras e induzir compras erradas ou mesmo desnecessárias.

Para evitar isso, vão algumas dicas básicas de como comprar de forma certa nesse período de liquidações:

. Objetivo traçado: sejam eles acessórios, roupas ou sapatos é necessário sair às compras com uma lista do que deseja comprar, caso contrário e como acontece na maioria das vezes, compramos peças muito parecidas com o que já temos – e a sensação de armário vazio continua.

. Custo benefício: comprar muitas peças baratas e qualidade média ou ruim não significa fazer uma compra boa, é melhor aproveitar os saldos para investir em uma peça de maior qualidade que poderá ser aproveitada por muito mais tempo. Não só para o período de queima de estoques, mas sim para todas épocas do ano, essa dica deve ser levada para tudo relacionado a compra de vestuário, uma vez que nos vislumbramos com preços acessíveis.

. Prove: mesmo com as lojas cheias e filas no provador e caixa, vale provar todas as peças escolhidas para ter certeza do caimento, modelagem e se a peça está de acordo com todas as suas expectativas sobre ela. Do contrário, você pode ter mais trabalho em retornar à loja e trocar a peça comprada, do que se tivesse escolhido melhor no momento da compra, além de correr o risco de ter uma peça em desuso no armário.

como aproveitar liquidações sem gastar muito

.Prefira peças atemporais: comprar o que está na moda é tudo de bom, mas é preciso observar bem as compras de promoções, pois as lojas liquidam com preços mais atraentes peças que não estarão na tendência prevista para o ano seguinte. É melhor comprar algo com  30% de desconto e que poderá usar nos anos seguintes, do que uma peça com 60% que usará somente no final desta estação.

Peças que nunca saem de moda: jeans com lavagem tradicional, camisa de seda ou tecidos fluídos de cores lisas, blazer preto acinturado, sapatos como scarpin e sapatilhas, entre outras peças mais neutras que podem ser usadas independentemente do tempo e estação do ano.

. O inverno está ai: lembre-se que o outono/inverno estão próximos e que talvez precisará investir algumas peças para as estações frias, então cuidado com excessos agora.

E por fim, a Compra consciente, que é aquela compra da qual você tem certeza que deve ser feita e que atende a todos os quesitos acima. E se a pergunta “Mas o preço está tão bom, porque não levar?” vier a sua cabeça, responda para si mesma que sabe que esta peça não faz parte dos seus desejos e necessidades do momento.

Dessa forma você comprará melhor, ficará mais satisfeita com as aquisições e gastará somente com aquilo que será usado.

É importante lembrar que para ter estilo, a autoestima e estado de espírito contam muito mais do que uma ou outra peça nova!

Boas compras!

Qualquer dúvida mandem um email para vanessa@vissconsultoria.com

 

*Vanessa Duarte é consultora de estilo e imagem, figurinista, colunista de moda do programa Tribuna Independente da Rede Vida TV  e personal stylist  da VISS Consultoria de Estilo e Imagem| www.vissconsultoria.com

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Vanessa Duarte
Vanessa Duarte
Moda e Estilo

Leia em seguida

por-que-as-mulheres-sofrem-mais-com-depressao-e-ansiedade

19 de setembro de 2019

Nos últimos anos, os transtornos mentais ganharam mais atenção, especialmente, a depressão e ansiedade, que tem afetado cada vez mais pessoas. Estima-se que mais de 300 milhões de pessoas no mundo são acometidas pela depressão, segundo a Organização Mundial da Saúde. No Brasil, 5,8% das pessoas sofrem com a doença, que representa 11,5 milhões de […]

com-a-selic-a-5-5-investimentos-em-renda-fixa-ainda-valem-a-pena

A taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, caiu 0,5 ponto percentual e alcançou o patamar de 5,5% ao ano. Foi o segundo corte consecutivo de 2019, efetuado pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC). O anúncio aconteceu nesta quarta (18) e confirmou a expectativa da maioria dos especialistas do […]

apps-de-periodo-menstrual-compartilham-dados-com-facebook

11 de setembro de 2019

A ONG britânica Privacy International, que investiga e monitora a privacidade de dados na internet revelou que os aplicativos de período menstrual estão compartilhando dados sobre a saúde, vida sexual e o humor de milhares de mulheres com o Facebook. Em reportagem publicada na última segunda (9) pelo BuzzFeed News, aplicativos como Maya e Period […]

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas