Foi demitida? Não minta sobre a demissão na próxima entrevista de emprego

4 de março de 2020 - Por

foi-demitida-nao-minta-na-proxima-entrevista-de-emprego

quem ama, compartilha!

Ser demitida não é uma situação fácil. Após o desligamento inesperado sua autoestima fica abalada, começam os questionamentos, e então vem a insegurança de como explicar a demissão em uma nova entrevista de emprego.

No entanto, ser demitida não te faz uma profissional ruim, nem significa que você não conseguirá alcançar a posição desejada em breve. Sempre falamos da importância de não mentir na entrevista de emprego e isso vale também se o recrutador perguntar por que você deixou seu último emprego.

Inspiradas na matéria feita pelo site Quartz at Work, listamos algumas dicas sobre o que fazer quando questionada sobre sua demissão. Confira:

Foi demitida? Não minta.

O ímpeto de conquistar a tão sonhada posição pode levar a candidata a mentir sobre algumas informações. Segundo Alison Green, autora blog Ask a Manager (Pergunte ao Gerente), omitir sua demissão pode ser um desastre. “Se você mentir e falar que saiu voluntariamente, o empregador provavelmente descobrirá a verdade quando entrar em contato com suas referências ou fazer a verificação de antecedentes”, diz.

Se isso acontecer, a candidata pode perder a oportunidade e causar uma péssima impressão. Sempre fale a verdade os motivos que levaram ao seu desligamento da empresa.

Explique a demissão, mas seja breve.

Não há necessidade de uma explicação longa sobre o desligamento da empresa. Pense em algumas frases objetivas para elucidar o que aconteceu sem parecer que você está na defensiva.

Entrevista de emprego: faça um roteiro com as respostas sobre a demissão.

O segredo para ter êxito ao responder às perguntas sobre sua demissão é dizer o que aprendeu com o episódio e como planeja melhorar. Green sugere duas possibilidades para responder as questões na entrevista de emprego. Veja a seguir:

“Na verdade, fui liberado. Aceitei um trabalho que exigia habilidades de design bastante avançadas, o que francamente não tenho. Achei que conseguiria me atualizar rapidamente, mas subestimei o quanto precisava aprender. Eles fizeram a avaliação certa e fiquei aliviada ao voltar à edição. ”

“Na verdade, fui liberado. A carga de trabalho era muito alta e eu não falei o suficiente e acabei cometendo erros por causa do volume. A experiência me ensinou uma lição sobre como me comunicar cedo quando a carga de trabalho é alta e para garantir que eu esteja na mesma sintonia que meu gerente sobre como priorizar “.

Fotos: AdobeStock.

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

acessibilidade-os-cuidados-que-as-empresas-ignoram

3 de dezembro de 2019

Os cuidados com acessibilidade no ambiente de trabalho variam de acordo com o tipo de deficiência da funcionária. Saiba mais.

definir-prioridades-pode-aumentar-a-sua-produtividade

23 de setembro de 2019

Você não precisa fazer grandes mudanças na sua rotina para ser produtiva sem surtar ao fazer muitas coisas ao mesmo tempo. É possível organizar e dar conta do grande volume de atribuições do dia a dia, se você definir prioridades e ficar ciente que nem tudo que é importante é urgente. Da mesma forma, nem […]

como-aliviar-estresse-exercicios 01

17 de junho de 2019

Você não precisa de grandes gesto para relaxar no trabalho. Esses exercícios ajudam a aliviar o estresse e podem ser feitos sem atrapalhar sua rotina. Aprenda!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas