X

Guia da separação: como organizar as finanças para o divórcio

Muitas vezes o divórcio é um processo doloroso, burocrático e que exige esforço para se adaptar às mudanças após o fim do casamento. Em 2018, foram registrados 385.246 separações em cartório, representando um aumento 3,2% em relação a 2017, segundo a pesquisa Estatísticas de Registro Civil, divulgada pelo IBGE.

Se você está pensando em se divorciar ou já tomou a decisão, é importante se preparar, organizar as finanças, entender como será esse processo e, se tiver, filhos, será necessário ter alguns cuidados para conversar com as crianças.

Como as mulheres podem se prejudicar no divórcio

As consequências da separação podem abalar o emocional e a vida financeira, sobretudo, das mulheres se durante o relacionamento ela não participou das decisões financeiras do casal. Para evitar situações delicadas que podem te prejudicar, é importante tomar alguns cuidados. Veja aqui.

Problemas financeiros que você pode ter se deixar de oficializar o divórcio

O divórcio costuma ser um período conturbado e cheio de burocracias, mas é fundamental formalizar a decisão para evitar problemas financeiros e judiciais. Clique aqui para entender.

Como conversar com os filhos

Muitos casais não levam o divórcio adiante por conta dos filhos. Nenhuma mãe e pai querem ver as crianças sofrendo pela separação. No entanto, adiar essa decisão pode causar ainda mais atritos e mágoa na família. Por isso, quando o casamento acabar, é primordial ter um diálogo aberto para não deixar mal entendidos e traumas. Veja o passo a passo.

Como organizar as finanças para o divórcio

Quando a separação é inevitável, você deve se preparar para as mudanças que vão acontecer na sua vida financeira e pessoal. Com o divórcio, é necessário organizar as finanças, afinal uma nova vida vai começar e para seguir em frente você precisa ter planejamento. Saiba como se planejar.

4 dicas para reorganizar a vida financeira após o divórcio

No casamento, quando as despesas são divididas fica mais fácil ter uma vida financeira equilibrada. Por outro lado, com o divórcio, você precisa lidar com o desgaste emocional e ajustar o orçamento doméstico. Apesar da dificuldade, não deixe de reorganizar as suas finanças, assim você poderá se dedicar em planejar e realizar seus sonhos. Veja como aqui.

Fotos: Adobestock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter.

Categorias: Meu Dinheiro
Carol Nogueira: Repórter do Finanças Femininas, fã de David Bowie e John Coltrane. Passa o tempo livre pesquisando textos da Sylvia Plath e assistindo séries na Netflix. Fale comigo! :) <a href="mailto:carolnogueira@financasfemininas.com.br">carolnogueira@financasfemininas.com.br </a>
Veja também
Disqus Comments Loading...