Investimentos: 5 erros comuns de quem acredita que sabe demais

26 de setembro de 2019 - Por

investimentos-5-erros-comuns-de-quem-acredita-que-sabe-demais

quem ama, compartilha!

Para investir bem, você precisa pesquisar e ler bastante para tomar decisões corretas no mercado financeiro. No entanto, tanto conhecimento pode acabar subindo à cabeça de algumas investidoras, que confiam demais no seu taco e acabam fazendo besteira. Para que isso não aconteça com você, reunimos a seguir as maiores falhas de investidores “sabe-tudo”. As dicas são de Daniela Casabona, assessora financeira da FB Wealth.

1) Diversificar do jeito errado

Já falamos por aqui que é importante diversificar as aplicações financeiras, assim, você protege seu patrimônio e tem a chance de obter maiores rendimentos. É aqui que investidores sabichões falham: eles diversificam sem saber se estão no momento certo para isso, só porque ouviram falar que “é bom diversificar.”

Antes de espalhar seu patrimônio, é importante formar sua reserva de emergência. Aqui ensinamos o passo a passo para diversificar os investimentos do jeito certo.

2) Atirar-se nas investimentos da moda

paola--bracho-dinheiro-pra-me-divertir

Achar que pode ganhar dinheiro fácil é um erro crasso dos iniciantes no mercado financeiro – e pode causar distorções econômicas de ordem mundial. Foi o caso dos bitcoins. Como muitos especuladores e a mídia estavam citando o tema exaustivamente, investidores inexperientes – mas que se julgavam muito espertos – acabaram investindo massivamente, gerando o que muitos estudiosos acreditam ser uma bolha especulativa. Todo cuidado é pouco!

3) Errar o timing da aplicação

Uma das maiores falhas de investidores sabichões é se sentirem prontos para encarar as aplicações, mas não saberem sequer o momento certo de negociar seus ativos. Um exemplo? Comprar ações na alta e vendê-las em qualquer sinal de baixa. Quem tem olhar treinado e sangue frio sabe resistir às intempéries da Bolsa e identifica os momentos certos para comprar e vender – e não é só um pouquinho de pesquisa que a fará ter esse feeling, aprimorar o timing de investimento demanda dedicação e estudo do mercado financeiro.

4) Não conhecer o gestor de seu fundo

Se você investe em fundos, seja qual for, precisa conhecer seu gestor e as estratégias que ele adota – afinal, essa pessoa é responsável por cuidar do seu dinheiro. Se ele adotar estratégias inadequadas, quem sai no prejuízo é você. Antes de investir sua grana em algum fundo, pesquise bastante sobre o nome por trás dele.

5) Ou desvalorizar o trabalho desse gestor

Ele não está lá por um acaso e, acredite: se você não é uma expert, correrá riscos desnecessários se tentar fazer alguns aplicações por conta própria, principalmente os de renda variável. “Enxergar o serviço especializado como um gasto e não como um investimento é um erro primário de quem não sabe ou não que fazer conta. O prejuízo causado pela falta de planejamento correto sempre será grande, seja em função da perda de dinheiro ou quanto se deixou de ganhar”, finaliza Casabona.

Fotos: Fotolia, TENOR e Reprodução/Internet

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Ana Paula de Araujo
Ana Paula de Araujo
Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

renda-fixa-turbinada-aprenda-a-investir-em-debentures

8 de outubro de 2019

O mercado financeiro oferece uma opção de investimento em renda fixa para turbinar seus rendimentos: as debêntures. Saiba como investir em debêntures e ficar mais próxima de realizar os seus sonhos.

com-a-selic-a-5-5-investimentos-em-renda-fixa-ainda-valem-a-pena

19 de setembro de 2019

A taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, caiu 0,5 ponto percentual e alcançou o patamar de 5,5% ao ano. Foi o segundo corte consecutivo de 2019, efetuado pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC). O anúncio aconteceu nesta quarta (18) e confirmou a expectativa da maioria dos especialistas do […]

quais-os-melhores-titulos-do-tesouro-direto-para-investir

3 de setembro de 2019

No passado os títulos do Tesouro Direto eram aquela sopa de letrinhas do NTN-F, LTN, NTN-B e ficava difícil de compreender. Atualmente, os nomes estão bem mais amigáveis e existem duas categorias principais do Tesouro Direto: os títulos prefixados e os pós-fixados. Nos títulos prefixados, já fica definido quanto você vai ganhar na hora do […]

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas