Kerry Washington lança campanha contra abuso financeiro

29 de setembro de 2015 - Por

violencia-domestica

quem ama, compartilha!

Quando o assunto violência doméstica vem à tona, a primeira imagem que as pessoas costumam ter em mente é de uma mulher sofrendo ameaças, humilhações verbais e agressões físicas. Uma outra característica que nem sempre é notada como deveria, é a forma como agressores usam o abuso financeiro para manterem relacionamentos abusivos.

Para tanto, eles impedem que a mulher tenha acesso a tudo aquilo que possa trazer independência financeira. E aí entra a coerção para impedir que ela trabalhe, que tenha acesso a cartões de crédito e até mesmo restrições para usar os meios de transporte livremente. A vida financeira da mulher é monitorada de perto e o objetivo do agressor é justamente criar uma relação de dependência tão forte, que torne o rompimento mais difícil.

Quem sofre este tipo de violência tem dificuldades para livrar-se das relações abusivas porque a privação da independência financeira é um dos elementos de repressão, é preciso levar em consideração as agressões físicas e psicológicas sofridas pela mulher, que resultam na queda de auto estima e confiança para dar a volta por cima.

Dados levantados pela AllState Foundation revelam que uma a cada quatro mulheres sofrem violência doméstica nos Estados Unidos. O número é maior do que a incidência de câncer de mama, de ovário e fígado combinados. Além do dado alarmante, as estatísticas mostram que o abuso financeiro está presente em 98% dos casos de violência doméstica.

É através da dependência financeira que os agressões mantém as mulheres presas a relacionamentos abusivos, pois a falta de recursos impede que elas se libertem da relação.

Tendo em vista a gravidade da situação, a fundação resolveu lançar uma campanha com a ajuda da atriz e fashionista Kerry Washington – que interpreta Olivia Pope na série Scandal – chamado de Purple Purse (bolsa roxa, em tradução livre). Ela foi convidada a desenhar o produto e a renda arrecadada com a venda das bolsas é revertida para ações de combate à violência doméstica e abuso financeiro.

Entrevistada pelo site Feministing sobre o assunto, Kerry Washington explicou porque escolheu apoiar a campanha. “Eu nunca tinha ouvido falar sobre abuso financeiro antes, mas aprendi que este é o primeiro motivo que fazem as mulheres permanecerem em relações abusivas e também a razão pela qual muitas delas voltam para a relação com os agressores. Elas não sentem-se capazes de cuidar de si mesmas financeiramente. E eu percebi que a campanha é uma forma que eu posso contribuir para uma causa que já me envolvi há muito tempo, que é o combate à violência contra mulher. É uma forma de ser parte de uma solução realmente tangível, dando a elas as ferramentas para se libertarem e usando a moda para falar disso.

Eu sempre via violência doméstica como um problema social, um problema psicológico e emocional, mas percebi que o problema financeiro nisso tudo também é muito grande. Identificar este problema financeiro é algo que me deixa realmente esperançosa, porque eu sinto que todos estes outros problemas são graves, mas dar à mulher as ferramentas para buscar a independência financeira, faz com que ela consiga se libertar dos outros problemas e realmente romper com o agressor”, finalizou.

Fotos: Shutterstock

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

produtos-importados-dicas-para-fazer-compras-online

14 de agosto de 2019

A grande variedade de produtos e os preços baixos incentivam as compras em sites chineses e norte-americanos. No ano passado, 23,1 milhões de brasileiros fizeram compras internacionais, segundo a pesquisa da Ebit, especializada em avaliar a reputação das lojas online. O chinês AliExpress é o favorito entre 51% dos consumidores brasileiros, seguido dos norte-americanos Wish […]

crediario-ainda-e-utilizado-para-parcelar-compras-indica-spc

8 de agosto de 2019

O crediário ainda é a opção favorita de 30% dos consumidores para o pagamento de compras, apesar da popularização do cartão de crédito. Esse dado é do levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). As instituições entrevistaram 805 pessoas que utilizaram o famoso carnê, boleto […]

independencia-financeira-violencia-domestica-feminicidio

7 de agosto de 2019

A independência financeira ajuda na luta contra a violência doméstica pois permite à mulher fazer mais escolhas. Carol Sandler explica essa relação.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas