Mercado segue de mau humor com o anúncio do Renda Cidadã e Ibovespa fecha em queda. Entenda.

29 de setembro de 2020 - Por

fechamento 1_29.09_site

quem ama, compartilha!

Este texto faz parte da cobertura do Finanças Femininas para traduzir o que está acontecendo com o mercado financeiro durante a pandemia do coronavírus. Ajudamos você a se informar com uma linguagem simples, sem economês e sem pânico!

Ibovespa: -1,15% ( 93.580 pontos)
Dólar: + 0,06% % (R$ 5,63 )
Casos de coronavírus: 4.753.410 confirmados e 142.280 mortes*

Resumo:

  • Financiamento do Renda Cidadã com verba do Funded deve prejudicar 17 milhões de alunos;
  • Vacina da Johnson contra Covid-19 é segura, apresenta resposta imune e vai para última fase de testes;
  • As quatro parcelas adicionais do Auxílio Emergencial devem atender somente 56% dos beneficiários fora do Bolsa Família;
  • IGP-M, que corrige o preço do aluguel avança para 4,34% em setembro

Em mais um dia de fortes emoções, o Ibovespa, principal índice da B3, fechou em queda de 1,15% com 93.580,35 pontos – a menor pontuação em 95 dias – nesta terça-feira (29). O tombo ainda é reflexo do anúncio do Renda Cidadã, realizado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na segunda-feira (28). O mercado não reagiu bem ao saber que o programa social será financiado com com recursos dos precatórios e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Diante do mau humor, nesta terça, Bolsonaro tentou atenuar o desconforto com os investidores e pediu “sugestões” em vez de críticas. Ele ainda falou de privatizações para bancar os custos do Renda Cidadã – algo que apesar de ser tradicionalmente bem-visto pelo mercado financeiro, gerou ainda mais insegurança no mercado.

Com os investidores buscando alternativas em outros mercados, o câmbio subiu no Brasil e fez a moeda americana ter alta de 0,06%, aos R$ 5,6389. A valorização acumulada na semana chegou a 1,48% frente ao real.

Os conflitos entre Bolsonaro e Paulo Guedes, ministro da Economia, sobre o aumento dos gastos e o risco de “calote” nos precatórios fizeram o Ibovespa se descolar novamente dos mercados externos.

Dados da Economatica, sistemas de de informações financeiras, mostram que a bolsa brasileira já soma perdas de 437,3 bilhões de reais em valor de mercado desde que o Ibovespa alcançou a máxima pós-início da pandemia, em 29 de julho. Entre as principais razões estão os incessantes sinais e declarações do governo de que o reequilíbrio fiscal não é mais uma prioridade.

Renda Cidadã: uso do Funded causará desfalque de 8 bi e prejudica 17 milhões de alunos

A utilização do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) terá um impacto de 8 bilhões de reais por ano, segundo as projeções da organização Todos Pela Educação.

O cálculo ainda prevê que 2,7 mil municípios e 17 milhões de alunos podem ser afetados com a retirada dos recursos – quase metade dos 39 milhões de alunos da rede pública brasileira na educação básica. Estados e municípios mais pobres, que mais recebem a verba do Fundeb, devem sentir um impacto maior.

fechamento 2_29.09_site

Covid-19: vacina da Johnson passou pela fase de segurança e segue para a última fase de testes

Os resultados preliminares e parciais da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Janssen Pharmaceuticals, do grupo Johnson & Johnson, dizem que ela é segura e induziu resposta imune.

Os resultados foram disponibilizados em um repositório on-line na sexta-feira (25) e são referentes a uma parte dos participantes das fases 1 e 2, que foram conduzidas de forma conjunta. Contudo, ainda precisam ser revisados por outros cientistas para publicação em revista científica.

A imunização, oficialmente chamada de Ad26.COV2.S, foi a quarta a conseguir autorização de testes de fase 3 no Brasil, no mês de agosto. De acordo com a Anvisa, a vacina será aplicada em 7 mil voluntários. No mundo, serão 60 mil participantes.

Enquanto esperamos uma vacina segura, o mundo ultrapassou a triste marca de 1 milhão de mortes provocadas pelo novo coronavírus, indica o monitoramento da Universidade Johns Hopkins atualizada na segunda-feira, 28.

Apenas 56% dos beneficiários fora do Bolsa Família devem receber todas as parcelas adicionais do Auxílio Emergencial

O novo calendário de pagamento apresentado pelo Ministério da Cidadania aponta que 27 milhões de pessoas que não fazem parte do programa Bolsa Família receberão a primeira parcela de R$ 300 do Auxílio Emergencial. A prorrogação do benefício estará disponível a partir desta quarta-feira, 30.

O total de beneficiários elegíveis fora do Bolsa Família soma 48 milhões de pessoas, sendo assim apenas 56,25% dos aprovados deverão receber as quatro parcelas de R$ R$ 300 do Auxílio Emergencial. A nota do Ministério não esclarece quantos brasileiros receberão três, duas ou uma parcelas.

De acordo com as novas regras estabelecidas pelo governo, tem direito a prorrogação do auxílio somente os trabalhadores que receberam a primeira parcela do benefício original, de R$ 600, em abril e já terminaram de receber as cinco parcelas iniciais. Clique aqui para acessar o calendário de pagamento.

Dólar pressiona e índice que corrige o preço dos aluguéis sobe para 4,34% em setembro

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), que corrige o preço dos aluguéis, subiu 4,34% em setembro, em relação ao avanço de 2,74% no mês de agosto, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgadas nesta terça-feira, 29.

O índice sofre impacto das oscilações do dólar e cotações internacionais de produtos primários, como as commodities e metais. Sendo assim, IGP-M já acumula alta de 14,4% no ano e 17,94% em 12 meses – percentual acima do IPCA do país.

No mesmo período de 2019, o índice apresentou queda de 0,01% com alta de 3,37% no acumulado de 12 meses.

*Até o fechamento do texto. Fonte: levantamento feito por jornalistas de G1, O Globo, Extra, Estadão, Folha e UOL a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde

Fotos: AdobeStock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

 

 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Carol Nogueira
Carol Nogueira
Repórter do Finanças Femininas, fã de David Bowie e John Coltrane. Passa o tempo livre pesquisando textos da Sylvia Plath e assistindo séries na Netflix.
Fale comigo! :) [email protected]

Leia em seguida

Cautela entre os investidores prevalece e Ibovespa fecha com queda 0,45%

9 de outubro de 2020

Apesar das perdas nesta sexta, o Ibovespa acumulou alta de 3,69% na semana influenciado pelo otimismo do exterior. Saiba mais.

Forte alta nas ações dos bancos impulsionam Ibovespa que subiu 2,51%

8 de outubro de 2020

O risco fiscal saiu do radar por hoje e o Ibovespa teve um dia de negociações positivas. Exterior também refletiu no mercado brasileiro. Veja mais.

Ibovespa cai com rumores sobre Auxílio Emergencial até 2021 e risco fiscal elevado no Brasil

7 de outubro de 2020

A forte instabilidade política e fiscal no Brasil ofuscaram os ventos positivos que sopraram do exterior. Leia mais.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas