Mulheres são apenas 24% dos investidores do Tesouro Direto

8 de março de 2017 - Por

quem ama, compartilha!

No Dia Internacional da Mulher, precisamos falar sobre educação financeira. Em dezembro de 2016, o Tesouro Direto possuía 1.126.219 investidores cadastrados. Desse total, apenas 24% eram mulheres. Considerando valores, as aplicações vindas de investidoras correspondiam a 22% do estoque total.

Para quem não sabe, o Tesouro Direto é um investimento em renda fixa, no qual são ofertados títulos públicos para compra. É uma aplicação em renda fixa, considerada conservadora, ou seja, ideal para quem passa longe dos riscos quando o assunto é dinheiro. Além disso, com apenas R$ 30 já é possível começar a investir.

“É muito impressionante ver que o número de mulheres investidoras no Tesouro Direto é tão baixo. Especialmente considerando a preferência de mulheres por investimentos conservadores”, explica Carolina Ruhman Sandler, coach financeira e fundadora do Finanças Femininas.

Leitura complementar

Investimento para iniciantes

Investimento para iniciantes

Ver mais

Em 2016, as aplicações nessa modalidade crescerem mais entre as mulheres do que entre os homens (83,22% entre elas, contra 72,24% entre eles). Mesmo assim, a participação feminina nos investimentos ainda fica muito aquém do esperado.

Para buscar reverter esse cenário, o Tesouro Nacional está promovendo uma campanha para incentivar mulheres a se tornarem investidoras. “O Tesouro Direto é uma aplicação fantástica para quem procura um investimento seguro e com bom rendimento, tanto para investimentos de médio, quanto de longo prazo”, defende Carolina.

Para saber mais sobre essa modalidade de investimento, os títulos à venda e como eles podem ajudá-la a ver seu patrimônio crescer, você pode acessar o site do Tesouro Nacional e conferir nosso guia para investir no Tesouro Direto.

tesouro_direto_mulheres_interna

Perfil da investidora

Segundo dados do Tesouro Nacional, 33,8% das investidoras do Tesouro Direto têm entre 26 e 35 anos. Enquanto 23,8% têm entre 36 e 45 anos. A maior parte delas é solteira, representando 48,9% do total.

As cinco profissões mais representativas entre as investidoras são: administradoras (8,1%), bancárias (7,3%), estudantes (4,1%), médicas (3,9%) e advogadas (3,8%).

Distribuição dos investimentos

As aplicações preferidas pelas mulheres que investem no Tesouro Direto são o Tesouro IPCA+ (48,2%) e o Tesouro Selic (21,6%).

grafico_tesouro_direto
Fonte: dados do Tesouro Direto (dezembro/16)

Os dados também mostram que 14,8% das mulheres concentram suas aplicações na faixa entre R$ 1 e 5 mil, 31,6% entre R$ 10 e 50 mil reais e 16,4% entre R$ 100 e 500 mil.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Mariana Ribeiro
Mariana Ribeiro
Jornalista com sotaque e alma do interior. Longe das finanças, passa o tempo atrás de música brasileira, rolês baratos e ônibus vazios. Acredita que o mundo seria outro se as pessoas tentassem se ver.
Fale comigo! :) mariana@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

fundos-de-investimento-renda-fixa-ou-poupança

13 de fevereiro de 2019

Simulação da Anefac mostra que, com a Selic a 6,5% a.a., poupança bate fundos de renda fixa com taxa de administração alta. Descubra quais!

investimento-imobiliario-ganhar-dinheiro-aluguel-casa-01

12 de fevereiro de 2019

Quer ganhar dinheiro com investimento imobiliário? O primeiro passo é saber como aplicar o dinheiro que você ganha ao alugar casa ou apartamento. Saiba mais!

fundos-imobiliarios-o-que-sao-como-investir

22 de janeiro de 2019

É melhor investir em fundos imobiliários ou imóveis? Um deles permite investimento inicial de R$ 100. Veja as diferenças e decida o melhor para você!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas