Nossa alimentação no verão

17 de janeiro de 2014 - Por

Nossa alimentação no verão

quem ama, compartilha!

*Antoniele Fagundes

Na época do verão, no Brasil, acontecem os festejos de final de ano e as férias, principalmente as escolares. E nesta época de festas é comum observar excessos na alimentação e no gasto com alimentos caros, típicos de Natal e ano Novo. Tais como espumantes e castanhas!

Então, como já estamos na segunda quinzena de janeiro, é momento de pensarmos em economizar e voltarmos nossa alimentação para uma dieta balanceada e saudável!

Um bom cardápio de verão deve ser rico em líquidos e alimentos antioxidantes, pois, os líquidos hidratam e os alimentos antioxidantes ajudam a proteger a pele dos danos solares.

Portanto, quando for fazer a feira não deixe de comprar os seguintes alimentos:

– Peixes;

– Agrião, espinafre, repolho e brócolis;

– Frutas: Tomate, morango, laranja, tangerina, abacaxi, acerola, goiaba, caju, cenoura, abóbora, manga e mamão.

Dica: Abacaxi, uva, laranja, coco verde e pêssego são frutas da estação de verão, desta forma você pode encontra-las com o melhor preço.

No verão as pessoas transpiram mais e, é comum a exposição maior ao sol em piscinas e praias. Por isso, inclua em sua dieta, muita água, suco, chás gelados e água de coco. Esses líquidos, além de baratos, são aliados da boa hidratação e saúde!

Não se esqueçam de dar atenção especial às crianças e aos idosos. É preciso evitar que eles esqueçam de tomar água ou que hidratem-se menos do que deveriam.

Nossa alimentação no verão

E o que fazer com as sobras dos alimentos?

As sobras dos alimentos são a grande razão do desperdício e vilões da economia doméstica.

Pense sempre em como utilizar melhor os alimentos que estão na sua dispensa e geladeira.

Segue abaixo algumas dicas valiosas:

Folhas: principalmente as de coloração verde escuro, são ótimas para serem batidas junto com os sucos de sua preferencia, ex: laranja com agrião, abacaxi com couve, etc….

Arroz: as sobras de arroz e de peixe podem se transformar em deliciosos bolinhos assados. Acrescente leite, cheiro verde, ovos e farinha integral e deixe dourar no forno médio! Delícia!

Feijão: o feijão pode virar um caldinho, um tutu mineiro e até mesmo feijão tropeiro.

Verduras e legumes: Os restos de verduras e legumes podem ser processados e congelados para servirem de base de sopa posteriormente.

Carnes: as sobras de frango e carne podem ser transformadas em caldos, recheio para omeletes, tortas e panquecas.

Macarrão: sobrou massa do jantar? Transforme- a em uma salada fria de macarrão!

Pães: os pães podem virar farinha de rosca, pudim de pão, torradas e croutons.

Frutas: as frutas podem ser consumidas inteiras ou em saladas. As sobras podem se transformar em vitaminas, sucos, ingrediente para bolo e picolés.

Café: o resto do café que você coou pela manha, pode virar um shake de café gelado se você batê-lo com um pouco de leite frio.

Use a criatividade e faça sua alimentação transformar-se em alegria, saúde e economia!

Bom ano para todos!

*Antoniele Fagundes estudou filosofia, psicologia e psicanálise. Atua como Consultora Familiar orientando famílias em todas as questões domésticas e familiares. Fale com ela através do e-mail antoniele@governess.com.br.

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Governess Consultoria Familiar
Governess Consultoria Familiar
Organize-se

Leia em seguida

fundos-de-investimento-renda-fixa-ou-poupança

13 de fevereiro de 2019

Simulação da Anefac mostra que, com a Selic a 6,5% a.a., poupança bate fundos de renda fixa com taxa de administração alta. Descubra quais!

10-atitudes-ser-feliz 01

6 de fevereiro de 2019

Já parou para pensar em como ser feliz? Acredite: a resposta está MUITO perto de você. Sorrir é a primeira atitude! Conheça outras e coloque em prática JÁ!

comprar-ou-alugar-imovel-quinto-andar

5 de fevereiro de 2019

Alugar um apartamento ou casa para morar é uma tarefa que pede atenção e cuidado para nao cair em ciladas. Veja dicas para escolher um imóvel para alugar!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas