O guia definitivo para economizar com produtos de beleza e cosméticos

7 de maio de 2019 - Por

economizar-dinheiro-beleza

quem ama, compartilha!

Começamos esse texto com uma dura verdade: gastar demais com cosméticos, produtos de beleza e serviços como manicure e cabeleireiro pode estar te deixando mais longe de economizar dinheiro, realizar seus sonhos e ter uma vida financeira estável.

A afirmação não é exagero. Um estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) – feito com 790 consumidores de ambos os gêneros e todas as classes sociais nos 27 estados – apontou que 23,4% dos consumidores gastam mais do que o orçamento permite para cuidar da beleza. Um outro levantamento realizado pela Avec, app que reúne salões, barbearias, clínicas de estética e esmalterias, revelou que o gasto médio do cliente paulista em cada visita ao salão foi de R$ 131,52 de setembro de 2018 a fevereiro de 2019 – um aumento de 35%, na comparação com os seis meses anteriores.

Mesmo quem não perde o controle pode acabar em maus lençóis. Pense que, além de comprar xampu, condicionador, maquiagem e alguns cremes eventualmente, você pode ser do tipo que não vive sem passar na manicure ao menos quinzenalmente, ou que está na depiladora religiosamente toda semana.

De acordo com os preços do app de beleza Singu – que oferece atendimento à domicílio –, fazer pés e mãos sai por R$ 49. Já a o design de sobrancelha custa R$ 35.Se considerarmos uma mulher que não abre mão destes dois serviços a cada quinze dias, já temos R$ 158 a menos na conta por mês.

“Por mês, gasto R$ 100 com unhas, R$ 100 com depilação e mais uns R$ 100 entre xampu, leave in, máscara, maquiagem, perfume, desodorante etc. A cada três meses, mais ou menos, retoco o cabelo, o que custa mais uns R$ 300”, conta a jornalista Daniela Espinelli.

Imagine toda essa grana aplicada em um bom investimento, como Tesouro Direto ou LCI? Não, gastar com beleza não é investimento – ao contrário do que acreditam 49,4% dos entrevistados pelo SPC Brasil na mesma pesquisa.

Afinal, por que gastamos tanto dinheiro com cosméticos e afins?

“As mulheres convivem com uma forte pressão social em relação à aparência, que os homens não enfrentam. Com isso, a indústria da beleza se aproveita e desenvolve produtos com um nível de especificidade que é uma loucura. São muitos cremes, maquiagens e tratamentos que levam as mulheres a estarem sempre preocupadas e gastando”, explica Carol Sandler, fundadora do Finanças Femininas e coach financeira.

Cada um desses produtinhos específicos vai se acumulando no orçamento e, quando menos esperamos, já gastamos uma grana com tudo isso. Já os homens contam com o “milagre” dos produtos 20×1 – que, coincidentemente, só existem para eles.

homem e a mulher com produtos de higiene v2

“Sempre ficamos nesse ciclo de baixa autoestima, gastando demais com beleza, colocando expectativas em cremes e maquiagens com potencial milagroso, sem olharmos para dentro, além dos padrões”, acrescenta.

Esse cenário tem um impacto profundo na nossa vida financeira e profissional. “Aquela que gasta muito com beleza tem menos renda disponível e consegue guardar menos dinheiro. Com isso, acaba sem tanta confiança para pedir um aumento. Se ela não gasta nada com isso, ainda assim será cobrada no mercado de trabalho em função da aparência”, comenta Carol.

economizar-cosmeticos-produtos-de-beleza 01

Ou seja, não há uma saída definida para este problema, já que estamos falando de uma questão estrutural da nossa sociedade. Para nós, cabe encontrar um meio termo entre gastarmos apenas o que podemos e nos sentirmos bem com quem nós somos. Pode ser difícil, mas essas dicas vão te ajudar.

7 dicas para economizar dinheiro em serviços de beleza e cosméticos

1) Estabeleça um orçamento mensal para produtos de beleza e tratamentos

economizar-cosmeticos-produtos-de-beleza 02

Você sabe o quanto gasta por mês com beleza? Coloque tudo na ponta do lápis – tudo mesmo, até o retoque das luzes que você só faz a cada três meses. Com essas informações em mãos, veja se esses gastos condizem com seus ganhos e despesas em outras áreas. Se a conta não fechar, hora de cortar. “Então, estabeleça um orçamento do quanto você pode gastar por mês com estes itens. Assim, você sempre terá o que precisa sem pesar no bolso”, recomenda Carol.

2) Saiba quais cosméticos e maquiagens são essenciais quais são supérfluos

Muitas mulheres têm uma espécie de kit básico – aquele conjunto de produtos que usa no dia a dia com grande frequência. Entenda quais itens fazem parte do seu. Se você segue o método 50/30/20 – conheça-o aqui –, encaixe os gastos com estes produtos nos 50% de sua renda líquida dedicados aos essenciais. Já aquela make exuberante, mas pouco usável no dia a dia, e produtos que você quer experimentar entram nos itens supérfluos. “Tome cuidado para não se deixar dominar pelas novidades”, alerta.

3) Crie estratégias para não se empolgar com novidades de beleza

Promoções são momentos perfeitos para testar novidades da beleza – sabemos que elas são muitas e podem levar qualquer uma à loucura. Amostras grátis também são de grande valia.

“Por que não fazer um brechó de produtos de beleza com as amigas? Troque ou venda itens que você comprou e nunca mais usou e que ainda estão no prazo de validade”, ensina.

4) Considere sites de compras coletivas e cupons de desconto

economizar-cosmeticos-produtos-de-beleza 03

Fazer depilação a laser é algo caro, mas que poupa uma vida de idas à depiladora. Alguns sites de compras coletivas, como Groupon, Uva Rosa (especializado em beleza) e Save.me oferecem pacotes a preços baixos de serviços como depilação, design de sobrancelha, tratamentos estéticos, entre outros. Apenas tome cuidado para checar a reputação do salão ou spa que está oferecendo os tratamentos, vendo avaliações, recomendações nas redes sociais e possíveis reclamações no Reclame Aqui.

5) Saiba quando vale pagar mais caro (ou economizar)

Comprar maquiagem barata é uma delícia, mas às vezes vale a pena gastar um pouco mais para ter algo de qualidade. Em uma entrevista exclusiva para o Finanças Femininas, a jornalista referência em beleza Vic Ceridono, dona do blog Dia de Beauté, comentou: “o lápis preto por exemplo pode ser baratinho, já a base costuma ter bastante tecnologia e realmente acaba fazendo diferença quando é mais high end (ou seja, de marcas mais caras).”

O mesmo vale para dermocosméticos. Veja aqui mais dicas da Vic para comprar cosméticos de um jeito inteligente e outras dicas de beleza.

6) Faça você mesma seus truques de beleza

O bom e velho DIY nunca sai de moda, principalmente quando o orçamento aperta. Você pode pintar as unhas em casa, assim como cuidar da depilação e hidratar os fios. É aconselhável continuar indo a profissionais para executar alguns serviços, como cortar e descolorir o cabelo, a não ser que você realmente saiba o que está fazendo. Se você não abre mão da manicure, experimente intercalar entre fazer as unhas em casa e ir ao salão de beleza – essa atitude já ajudará, e muito, a desafogar as contas.

7) Demonstre confiança – beleza interior é tudo, sim!

economizar-cosmeticos-produtos-de-beleza 04

Nenhuma das dicas anteriores valerá se essa aqui não for colocada em prática. Resistir à pressão e aos padrões de beleza tem a ver com estar tranquila com quem você é. Quando você alcança este estado, o mundo de fora também percebe a confiança que você começa a emanar.

“Transmitindo essa sensação, aos poucos você também vai quebrando as expectativas em relação à sua capacidade profissional. Foque nas suas realizações e trabalhe seu marketing pessoal. Isso passa muito mais confiança do que um novo creme milagroso contra olheiras. Quando você está bem consigo mesma, o mundo também sente isso”, finaliza Carol.

Fotos: AdobeStock, TENOR e Reprodução/Internet

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Ana Paula de Araujo
Ana Paula de Araujo
Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

festa-junina-como-economizar-01

3 de junho de 2019

Está querendo organizar uma festa junina? Veja como aproveitar o melhor dessa época sem gastar muito.

presentes-de-natal-diy

18 de dezembro de 2018

Se preparar para as festas de fim de ano pode pesar no orçamento. Por isso, separamos 4 dicas para aperfeiçoar o DIY para os presentes de Natal. Confira!

presente-natal

16 de dezembro de 2017

Não é preciso gastar muito para presentar alguém querido no Natal. Fazer algum DIY ou ser voluntário em alguma ação social são ótimas opções. Confira dicas da Carol Camocardi para impressionar com consciência.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas