O que devo fazer: pagar minhas dívidas ou começar a investir?

18 de março de 2019 - Por

investir-ou-quitar-dividas

quem ama, compartilha!

Recebo muitas dúvidas relacionadas a quitar e negociar dívidas. Muitas vezes, são de mulheres que já investem dinheiro. A Silvia é uma delas:

“Acabei de receber um aumento e agora vou conseguir me organizar para guardar R$ 300 todo mês. Eu gostaria de começar a investir para a minha aposentadoria, mas tenho também dívidas no cartão de crédito e no cheque especial. O que é melhor fazer neste momento: pagar as minhas dívidas ou posso usar uma parte disso para começar a investir?”, Silvia (nome fictício).

No caso da Silvia é um aumento, mas você pode ter recebido uma grana extra inesperada, como uma bonificação. E agora, o que fazer?

Resumi essa dúvida neste vídeo aqui – sugiro que você o assista até o final.

Gostou do vídeo? Clique aqui e veja muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Investir dinheiro ou quitar a dívida?

Silvia, não tem nem dúvida: pague antes todas as suas dívidas! O motivo é simples: dificilmente você vai encontrar um investimento que pague juros tão grandes quanto os que são cobrados no cartão de crédito ou no cheque especial.

Estas duas modalidades de dívida são as mais caras de todas, como já explicamos aqui. Meninas, para quem não sabe, os juros cobrados no cartão e no cheque especial podem chegar a 200% ao ano! Se você ficou com R$ 1.000 no cheque especial, ao fim de um ano sua dívida disparou e vale agora R$ 3.000. Ou seja: encrenca pura.

Para você começar a investir, você primeiro precisa estar com as suas finanças em ordem. Então aproveite o aumento para poder pagar todas as suas dívidas. Se não der para pagar tudo de uma vez, vale a pena olhar no seu banco se você pode contratar um empréstimo pessoal para pagar as suas dívidas. Vale a pena, porque os juros deste tipo de dívida é muito mais barato do que os cobrados no cheque especial e no cartão.

Quando você estiver zerada, aí sim pode começar a investir sem culpa.

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

o-que-o-emocional-tem-a-ver-com-as-suas-dividas

18 de setembro de 2019

Um dia ruim no trabalho ou alguma situação que te deixou triste pode ser o impulso para a famosa “terapia de compras” e também, o rombo na sua conta. Diversas pesquisas já comprovaram que pessoas com o emocional abalado têm mais problemas com dívidas no cartão de crédito, empréstimos, controle das finanças, entre outros. Quando […]

endividada-nunca-mais-saiba-como-ficar-com-a-conta-sempre-no-azul

4 de setembro de 2019

Sair das dívidas é difícil e exige organização, disciplina e alguns sacrifícios para ficar com a conta no azul. Se você finalmente conseguiu pagar suas dívidas, precisa tomar alguns cuidados para nunca mais ficar endividada. Afinal, não tem coisa mais triste do que quitar todas as pendências, gastar mais do que pode e entrar no […]

6-dicas-para-que-os-problemas-financeiros-nao-impactem-sua-saude-fisica-e-mental

5 de agosto de 2019

Os problemas financeiros muitas vezes acabam consumindo nossa saúde física e mental. Confira dicas da nutricionista Liv Gitahy para não deixá-los afetar sua vida!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas