Os 5 melhores lugares para viajar sozinha no Brasil

27 de junho de 2018 - Por

melhores-lugares-para-viajar-sozinha-brasil

quem ama, compartilha!

*Nathalia Marques

O Brasil é um país maravilhoso e mágico, e com os ótimos lugares para viajar sozinha. Por aqui, podemos encontrar uma variedade de expressões culturais e de belezas naturais. No entanto, muitas mulheres temem viajar sozinhas em terras brasileiras. O motivo? Medo. Não julgo o sentimento. Afinal, recebemos diariamente altas doses de informações negativas.

Contudo, quero deixar claro que essas informações midiáticas não correspondem diretamente à realidade. Não podemos generalizar um País tão grande apenas pelas notícias ruins que recebemos. Para a felicidade de todas nós, o Brasil ainda conta com lugares seguros e tranquilos.

Digo isso porque minha missão pessoal é conhecer todos os estados do País. Atualmente, somo dez estados na lista. De todos que já percorri, identifiquei que ainda temos, sim, lugares maravilhosos e seguros para viajar sozinha no Brasil.

Por isso, decidi listar aqui alguns destinos pelos quais passei e recomendo muito para as manas que vão viajar sozinhas pela primeira vez ou para aquelas que possuem medo de viajarem sozinhas pelo Brasil.

Confira os 5 melhores destinos no Brasil para viajar sozinha com tranquilidade

1) Pipa (RN)

Pipa, localizada no município de Tibau do Sul (RN), parece ter saído de um filme. O destino, além de contar com excelente infraestrutura, possui cenários naturais encantadores. Suas praias são preservadas e ainda há agências que oferecem diversos passeios que permitem contato com a natureza, como arvorismo, mergulho, passeio de barco etc.
Outro fato que faz Pipa entrar na minha lista de melhores destinos nacionais para viajar sozinha é a segurança. Por lá, você pode caminhar com total tranquilidade. Além disso, se quiser curtir a noite também pode ficar à vontade.

melhores-lugares-para-viajar-sozinha-pipa-rn
Nath em Pipa, RN.

Viajar sozinha no Brasil: Sul do País

2) Gramado (RS)

Gramado, no Rio Grande do Sul, tem fama de destino para casais e para a família. Mas quem disse que viajantes solos não são bem-vindas? Passei alguns dias sozinha por lá e posso dizer que Gramado também é um ótimo destino para quem viaja sozinha.

Por lá, você pode comer super bem e conhecer as atrações turísticas do destino como Lago Negro, Igreja de Pedra, Praça das Etnias, conhecer uma fábrica de chocolate e muito mais.
Um adendo é que pode fazer isso com total segurança. Sério. É muito seguro! Em Gramado, é comum, por exemplo, ver pessoas caminhando com seus celulares na mão sem qualquer preocupação. Foi um dos destinos que mais me senti segura para caminhar.

3) Florianópolis (SC)

Ilha da magia, das bruxas e dos feitiços. Dizem que quem conhece Floripa não quer mais voltar. A “lenda” tem base. Afinal, a ilha é encantadora. Suas praias são lindas e sua energia de paz dá um toque especial. É por isso que muitos visitantes não querem voltar (eu mesma não vejo a hora de morar em Floripa).

O destino entrou na minha lista de destinos para viajar sozinha por diversos fatores. Primeiro: é um destino lindo. Segundo: é um destino seguro. Terceiro: tem excelente infraestrutura (principalmente, no bairro da Lagoa da Conceição).

4) Torres (RS)

Talvez você nunca tenha ouvido falar desse destino, mas vai ouvir agora. Torres é uma cidade do Rio Grande do Sul que faz fronteira com Santa Catarina. É uma cidade de veraneio, mas que está se expandido. Por lá, reina a tranquilidade. Você pode, por exemplo, passar uns três dias aproveitando as praias e o clima calmo da cidade. De quebra ainda pode conhecer Passo de Torres, em Santa Catarina, que é uma vila de pescadores muito fofa e também muito tranquila. Como é uma cidade de fronteira, para conhecer Passo de Torres você só precisará passar por uma ponte pênsil. É muito perto e vale a pena conhecer.

5) Foz do Iguaçu (PR)

Já visitei Foz do Iguaçu duas vezes e voltaria, com toda certeza, muitas vezes. A cidade é um ótimo destino para viajar sozinha e possui diversas atrações. Você pode conhecer, por exemplo, as Cataratas do Iguaçu, o Parque das Aves, o Templo Budista, a Usina da Itaipu, o Marco das Três Fronteiras. Enfim, passeios interessantes não faltam na cidade. Além disso, em Foz você pode aproveitar para conhecer a Ciudad del Este, no Paraguai, e também Puerto Iguazúm, na Argentina, já que a cidade faz fronteira com esses dois destinos.

Com base em minha experiência, esses são alguns dos destinos interessantes para quem viaja sozinha e quer tranquilidade. Antes de finalizar o texto, quero deixar claro que as mulheres que viajam sozinhas podem e devem conhecer o destino que quiserem.

A lista é mais um guia para mulheres que vão viajar sozinhas pela primeira vez ou ainda possuem medo de encarar nosso enorme país. A ideia é só ajudar, não delimitar os espaços. Longe de mim dizer onde as mulheres devem ou não ir, pois minha luta é justamente pelo contrário. Eu luto é para que um dia possamos ocupar todos os espaços com total tranquilidade e segurança.

*Nathalia Marques é jornalista de formação e conta passagens por diversos veículos de imprensa, mas foi como repórter de turismo que encontrou sua paixão. Ela também é feminista e em 2015 decidiu juntar jornalismo, viagem e empoderamento feminino para criar o M pelo Mundo, site de informações e dicas de viagem para mulheres.

Fotos: Fotolia e Acervo Pessoal

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Nathália Marques
Nathalia Marques

Leia em seguida

viajar-viagem-ciclos(1)

18 de outubro de 2018

O final de uma viagem pode representar a saudade e a vontade de não ir embora. Mas todo ciclo tem um fim. Confira a coluna da Nathalia Marques, do M pelo Mundo.

motivos-impedem-viajar-sozinha-01

28 de abril de 2018

Segundo pesquisa do Voopter, mulheres enfrentam medo, falta de dinheiro e de tempo para viajar (sozinhas ou não). Saiba como enfrentar essas dificuldades.

viajar-sozinha-machismo 01

21 de março de 2018

Casos de estupro, machismo e transfobia durante a viagem são comuns – basta ser mulher para estar sujeita. Nathalia Marques, do M Pelo Mundo, relembra casos e mostra o que podemos fazer

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas