Pedidos de falência caem 21,6% no ano, segundo Boa Vista SCPC

8 de junho de 2018 - Por

empresas-pesquisa

quem ama, compartilha!

Durante uma das piores crises econômicas do Brasil, uma boa notícia para as empresárias: os pedidos de falência caíram 21,6% entre junho de 2017 e maio de 2018. De acordo com um levantamento realizado pelo Boa Vista SCPC, os pedidos de recuperação judicial e recuperações judiciais autorizados tiveram quedas de 5,4% e 7,1%, respectivamente.

Por outro lado, no mesmo período, as falências decretadas subiram 21,8%. Na comparação mensal, os pedidos de falência caíram 7,9% entre março e abril, enquanto as falências decretadas subiram 6,4%. No mesmo período foram observados crescimentos nos pedidos de recuperação judicial (37,2%) e recuperações judiciais autorizadas (41,1%). Esse indicador é construído com base nos dados coletado pelo Boa Vista SCPC em fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados.

Para Flávio Calife, economista do Boa Vista SCPC, esse resultado é um reflexo da retomada de crescimento da economia, mesmo que de forma lenta. “Acreditamos que, de um ano pra cá, tivemos uma evolução no ambiente de negócios. As empresas melhoraram a sua capacidade de pagamento, com o avanço da atividade econômica e custos menores. Isso tem gerado um fluxo de caixa melhor. Junto a isso, o ambiente de crédito melhorou, com juros mais atrativos.”

Empreendedora: cuide sempre da saúde financeira da empresa

Gerir uma empresa não é tarefa fácil. Entre tantos afazeres, é imprescindível cuidar da saúde financeira e ficar sempre de olho nas suas entradas e saídas, para não ter problemas futuros. Não deixe para tomar uma atitude apenas quando a situação financeira do seu empreendimento piorar.

pedidos-falencia

“Se você já identificou que a conta não está fechando, procure urgentemente conversar com seu contador. Ele é a pessoa mais recomendada para te ajudar a entender o que está por trás dos números da sua empresa e irá dizer se aquilo que você pensa que é lucro, na verdade pode estar gerando prejuízo para você”, comenta Bruno Soares, planejador e analista financeiro.

Para saber se sua empresa está indo bem ou não, é importante estar atenta aos seus resultados. Uma empresa que constantemente fecha o mês no vermelho, não consegue honrar com seus credores e faz uso constante de empréstimos ou cheque especial, está mostrando que algo não anda bem com suas finanças. Esse é um dos sinais mais fortes de que é preciso fazer uma revisão no fluxo de caixa e entender que caminho ela está seguindo.

Agora, se você já está operando no vermelho, tenha muito cuidado com os gastos. “Identifique os excessos, controle a telefonia fixa e móvel da empresa, o fluxo dos materiais do escritório, conta de energia. Perceba o que pode ser reduzido. Neste momento, qualquer controle mais bem feito sobre os gastos e eventuais cortes são bem-vindos”, conclui Anderson Pellegrino, professor de Economia da IBE Conveniada FGV.

Fotos: Fotolia

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Gabriella Bertoni
Gabriella Bertoni
Repórter, produz matérias para o Finanças Femininas. Apaixonada por livros e por contar histórias, é recém-chegada em São Paulo e ainda está completamente perdida, mas adorando a cidade.
Fale comigo! :) gabriella@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

divergência_sociedade

24 de julho de 2017

Se a relação entre os sócios não funciona, o que era para impulsionar o negócio acaba se tornando um entrave. Veja como solucionar as divergências.

declaracao_nanual_mei

18 de maio de 2017

Quem é microempreendedora individual tem até o fim do mês para entregar sua declaração anual. Ainda não fez a sua? Então confira este passo a passo.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas