Posso mudar o financiamento da minha casa para outro banco?

23 de julho de 2014 - Por

migração de financiamento imobiliário

quem ama, compartilha!

Já falamos aqui sobre a possibilidade de fazer a portabilidade de uma dívida bancária, visando taxas mais baixas. Você sabia que também é possível fazer a mesma migração para o financiamento de um imóvel? A regra começou a valer neste ano e também aplica-se a pessoas que estejam financiando um imóvel com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

A possibilidade de trocar de banco te dá mais poder para negociar, ao passo que também aumenta a concorrência entre os bancos. O procedimento para mudar de instituição financeira é basicamente o mesmo quando o interesse é migrar uma dívida.

Passo a passo

A primeira coisa a fazer é pesquisar o banco para o qual você pretende migrar seu financiamento. Na hora de analisar as condições oferecidas por cada um, lembre-se sempre de pedir um detalhamento de qual seria o Custo Efetivo Total (CET) do financiamento. Normalmente as pessoas olham apenas para as taxas de juros praticadas por cada instituição, mas o CET lhe dá uma visão mais real de quais são as melhores condições, tendo em vista que inclui todas as tarifas cobradas pelo banco.

Escolhida a instituição financeira, você deve avisar ao banco onde começou o financiamento, o qual terá até cinco dias para lhe apresentar uma contraproposta. Se mesmo com novas condições você ainda optar pela migração, o novo banco deve quitar as parcelas pendentes com a primeira instituição e o crédito passa a ser dele.

financiamento de imóveis

Alguns esclarecimentos

É importante que você saiba que a portabilidade é um direito que você tem como consumidora, portanto é ilegal qualquer tipo de cobrança ou imposição feita por um banco para realizar o procedimento. Toda a transferência de uma instituição para outra deve ser feita sem nenhum tipo de custo para você. Os bancos também não tem autorização para cobrança de multa.

O prazo para a conclusão do financiamento não pode ser alterado com a mudança de um banco para o outro. É importante que você saiba que as condições mais favoráveis de pagamento serão oferecidas por meio de juros mais baixos ou taxas de administração menores. Quanto às obrigações, também é importante ficar claro que o banco no qual você tem o financiamento é obrigado a fazer a portabilidade, caso você solicite. No entanto, o banco para o qual pretende mudar não é obrigado a aceitar a transferência.

Você também não precisa sentir-se na obrigação de abrir uma conta corrente no novo banco ou de aceitar algum produto que eles ofereçam, tendo em vista que isso é considerado venda casada, que é uma prática ilegal.

 

 

 

 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

cadastro-positivo

10 de abril de 2019

Agora, todos serão automaticamente incluídos no Cadastro Positivo do Serasa, SPC e afins. Seus dados estão seguros? Quais são as vantagens? Descubra!

consumismo-consumo-divida-leitora-financas-femininas 01

27 de março de 2019

Por causa do consumismo, ela causou um grande estrago em seu orçamento. Como ir da absoluta falta de controle ao comando sobre sua grana? Nossa leitora conta como fez!

comprar-ou-alugar-imovel-quinto-andar

20 de março de 2019

Alugar um apartamento ou casa para morar é uma tarefa que pede atenção e cuidado para nao cair em ciladas. Veja dicas para escolher um imóvel para alugar!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas