Prepare-se com antecedência para a volta às aulas

5 de janeiro de 2015 - Por

economize_material_escolar

quem ama, compartilha!

Janeiro está só começando e seus filhos ainda têm um tempão para curtir as férias, os amigos e não precisar pensar em escola! Você, por outro lado, já deve estar de cabelo em pé pensando no retorno do período letivo. Não bastassem os gastos com matrícula e mensalidade, tem ainda a despesa com o material escolar.

E bem como os presentes de fim de ano em cima da hora ou a passagens aéreas em períodos de alta temporada, quanto mais você demora para comprar o material escolar, mais caro tudo fica. Para diminuir o impacto desta despesa no seu bolso, vamos dar algumas dicas para o material sair mais barato!

Veja o que pode ser recuperado

Dê uma olhada em todo o material do seu filho e veja o que ainda pode ser usado para o próximo ano. Lapiseira, tesoura, conjunto de réguas e esquadros, compasso, mochila, enfim, existem vários itens que costumam ficar em bom estado e não precisam ser repostos.

Se você tiver mais de um filho na escola, provavelmente o mais novo poderá aproveitar muita coisa do material usado do filho mais velho. Se a diferença for só de um ano, até os livros didáticos podem ser repassados.

Pesquisa em lojas online

Depois de fazer a triagem acima, liste os materiais que realmente você precisará comprar e faça uma pesquisa online antes de ir às papelarias. Veja quais os produtos que estão com descontos, busque por cupons de compra em sites especializados nisso e em seguida compare com os preços praticados em lojas físicas.

Se você encontrar boas promoções ou cupons de compra realmente vantajosos, a compra online ainda facilita a sua vida, pela comodidade. Além disso, isso evita ceder à tentação de comprar outros materiais supérfluos, que sempre encantam os olhos das crianças quando elas resolvem acompanhar os pais na papelaria.

economize_material_escolar

Compre livros usados

Algumas escolas produzem o próprio material didático, outras optam por indicar livros. Essa é a parte que costuma ser mais cara: os livros novos. Antes de compra-los, verifique se algum parente ou amigo mais velho têm pelo menos alguns dos exemplares pedidos e se eles têm interesse em vender o material por um preço menor. Se não tiver nenhum contato, uma boa opção é procurar os títulos em sebos.

Certifique-se de comprar a edição correta dos livros pedidos. Algumas correções importantes são feitas com a mudança de edição dos livros, portanto, é preciso estar atenta a este detalhe para não prejudicar o aprendizado de seus filhos.

Faça compras coletivas

A melhor de conseguir bons descontos é pechinchando em grupo! Reúna-se com outros pais e faça as compras em lojas atacadistas, você pode conseguir preços melhores para materiais de uso diário, como cadernos, lápis, borracha, apontador, etc. A compra em grande quantidade pode favorecer a negociação por valores mais baratos.

Por fim, converse com seus pequenos para que façam uso consciente do material, evitando estragos desnecessários ou desperdício. Crianças e adolescentes costumam ter a mania de pintar mochilas e estojos com corretivo, cortar borrachas, enfim, “detonam” o material e logo ficam enjoados. Seja firme e não caia na cilada de comprar coisas novas sempre que eles estragarem os itens escolares de propósito.

 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

comprinhas-desnecessarias-consumismo-consumo

22 de abril de 2019

Comprinhas como sabonete infantil, cafeteira com cápsula e panela de arroz só te fazem gastar dinheiro a toa! Veja os outros itens e largue o consumismo.

ovo-de-colher-como-fazer-receita

9 de abril de 2019

Essa receita de ovo de colher recheado com bolo de cenoura é muito, MUITO fácil de fazer e vai te poupar bastante dinheiro nessa Páscoa. Confira!

mentiras-vendedores-para-convencer-a-comprar

1 de abril de 2019

Não adianta falar que é a última peça da loja ou que é “só parcelar em 10x”. Conheça as maiores mentiras de vendedores para nos convencer a comprar e fuja!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas