Registre sua marca, antes que alguém o faça!

26 de setembro de 2013 - Por

quem ama, compartilha!

* A coluna do Emprendedorismo Rosa no Finanças Femininas deste mês é da Lênia Luz, Sócia-Fundadora e Diretora de Comunicação do Empreendedorismo Rosa. 

Você pensou em um empreendimento e logo o “batizou” com um lindo nome e muitas vezes até com uma belíssima logomarca. Tudo lindo e maravilhoso, certo? Não, errado. Pois antes de batizar o “filho” precisamos registrar seu nome. A mesma coisa acontece com a marca de nossa empresa.

Fonte da imagem: Reprodução

Hoje o #FicaDica é sobre o registro de sua marca:

– Registro de marca não é gratuito e para se alcançar a proteção legal de uma marca se faz necessário encaminhar o pedido de registro.

– Criar e promover uma marca que ainda não tem registro é um risco grande e poderá trazer sérios problemas ao titular da marca sem registro.

– Antes de registrar sua marca você deverá fazer uma “busca” que é gratuita no site do INPI. Aqui vale lembrar que o INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial é uma autarquia pública federal responsável por acolher todos os pedidos de registro de marcas e patentes; ou seja: o registro de uma marca não se faz no cartório, como muitos pensam, se faz no INPI.

– Existem duas formas de se registrar uma marca. A primeira é você mesmo/a solicitar o registro de sua marca junto ao INPI. E a segunda é você contratar uma empresa ou profissional que tenha esta habilitação para dar entrada ao registro de sua marca.

Ainda não registrou a marca de sua empresa? Corre lá!

Beijo empreendedor rosa,
Lênia Luz é sócia da Aurelio Luz Franchising & Varejo, consultoria em formatação de franquias, e do Empreendedorismo Rosa, espaço de interlocução sobre o empreender feminino.

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

24 de junho de 2019

Quando o final de semana acaba é um drama! Já ficamos ansiosas para o próximo, né? Veja três coisas que pode fazer para mudar a sua semana.

como-aliviar-estresse-exercicios 01

17 de junho de 2019

Você não precisa de grandes gesto para relaxar no trabalho. Esses exercícios ajudam a aliviar o estresse e podem ser feitos sem atrapalhar sua rotina. Aprenda!

negocio-proprio-quanto-cobrar-pelo-servico-freela 01

6 de junho de 2019

Seja você dona do negócio próprio ou freelancer, saber quanto cobrar é fundamental para ter lucro. O primeiro passo é pesquisar. Saiba quais são os outros.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas