Renda fixa: saiba como comparar a rentabilidade do seu investimento

17 de julho de 2019 - Por

quem ama, compartilha!

A rentabilidade é uma dúvida frequente das investidoras, mas agora que você sabe o que é CDB, LCI, LCA, CDI, e também já aprendeu tudo sobre Tesouro Direto e Tesouro Selic, chegou a hora de descobrir como comparar a rentabilidade do seu investimento.

O primeiro ponto a entender é que enquanto o Tesouro Selic e CDB têm incidência de Imposto de Renda, LCIs e LCAs são isentas. Portanto, haverá impacto na sua rentabilidade, mas não significa que toda LCI é mais vantajosa que CDBs, por exemplo.

Nos investimentos pós-fixados, cuja rentabilidade é conhecida apenas no final da aplicação, existe um cálculo para estabelecer a previsão da sua rentabilidade, considerando que o cenário econômico permaneça o mesmo no resgate do investimento.

Rentabilidade do Tesouro Selic

O Tesouro Selic tem a rentabilidade atrelada à Taxa Selic, que hoje é de 6,5% ao ano. Para chegar à rentabilidade líquida, é necessário descontar todas as taxas e impostos, o que depende da corretora que você investe e do tempo que você deixou a aplicação rendendo.

Outro fator que vai afetar a sua rentabilidade é o prazo da aplicação. Quanto mais tempo, menor a alíquota que vai incidir sobre a rentabilidade.

Quer aprender como comparar a rentabilidade dos demais investimentos? Assista o vídeo da Carol Sandler, fundadora do Finanças Femininas e coach financeira.

 

Gostou do vídeo? Clique aqui e veja muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Carol Nogueira
Carol Nogueira
Repórter do Finanças Femininas, fã de David Bowie e John Coltrane. Passa o tempo livre pesquisando textos da Sylvia Plath e assistindo séries na Netflix.
Fale comigo! :) carolnogueira@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

como-inluir-mais-mulheres-no-mercado-financeiro

19 de novembro de 2019

O mercado financeiro ainda é restrito e por vezes machista com as mulheres. A mudança desse cenário passa por um conjunto de esforços. Saiba mais.

descubra-como-perder-o-medo-de-investir-em-acoes

13 de novembro de 2019

Para algumas mulheres, investir em ações pode parecer assustador, mas o mundo da renda variável não precisa ser um bicho de sete cabeças. Sandler e Rosa te contam tudo!

quais-os-melhores-titulos-do-tesouro-direto-para-investir

3 de setembro de 2019

No passado os títulos do Tesouro Direto eram aquela sopa de letrinhas do NTN-F, LTN, NTN-B e ficava difícil de compreender. Atualmente, os nomes estão bem mais amigáveis e existem duas categorias principais do Tesouro Direto: os títulos prefixados e os pós-fixados. Nos títulos prefixados, já fica definido quanto você vai ganhar na hora do […]

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas