Renegocie sua dívida sem entrar em uma fria

27 de janeiro de 2014 - Por

saiba como renegociar sua dívida

quem ama, compartilha!

Perder o controle sobre as dívidas é literalmente caminhar para trás. Afinal, trabalhar duro diariamente precisa ter um objetivo maior do que simplesmente pagar as contas. Os motivos que levam ao surgimento de uma dívida são vários, alguns por necessidades – como o custeio de uma cirurgia – e outros por questões mais superficiais, como a falta de limites na hora do uso do cartão de crédito.

Independente dos motivos que a deixaram endividada, se você tiver tomado a decisão de renegociar essa dívida com o banco, já está dando um passo a frente para tirar essa corda do pescoço.

Em todo caso, já que a intenção é trazer um alívio para o bolso e permitir que você coloque suas contas em dia, vale observar alguns cuidados para que você não perca-se novamente.

como renegociar a dívida

Diminuição dos juros

Seu objetivo é sair do vermelho e o objetivo do banco é receber o dinheiro. Sendo assim, o mais provável é que você não tenha dificuldade na redução dos juros do valor total de sua dívida, o que significa que você gastará menos para quitá-la. Conseguir isso em um processo de renegociação é fundamental e não é tão difícil conseguir.

Sem a redução dos juros, pode ser mais interessante migrar a sua dívida para outro banco, a famosa portabilidade. Fazer isso é trabalhoso, mas pode ser financeiramente mais interessante.

Parcelamento

A segunda questão a ser avaliada na hora da renegociação, porém não menos importante que a primeira, é o valor e quantidade de parcelas em que sua dívida será diluída. Pode ser que você receba propostas de parcelamentos que comprometam mais de 30% da sua renda. Sendo assim, a renegociação não fica interessante.

Isso porque com essa fatia do orçamento comprometido, você terá dificuldades para arcar com as despesas diárias e corre o risco de adquirir uma nova dívida.

O ideal é batalhar para um parcelamento que não comprometa mais que 20% da sua renda, para que você tenha alguma brecha para continuar pagando as demais contas.

 

E você, já enfrentou problemas para renegociar dívidas? Conte para nós a sua experiência.

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

cadastro-positivo

10 de abril de 2019

Agora, todos serão automaticamente incluídos no Cadastro Positivo do Serasa, SPC e afins. Seus dados estão seguros? Quais são as vantagens? Descubra!

consumismo-consumo-divida-leitora-financas-femininas 01

27 de março de 2019

Por causa do consumismo, ela causou um grande estrago em seu orçamento. Como ir da absoluta falta de controle ao comando sobre sua grana? Nossa leitora conta como fez!

investir-ou-quitar-dividas

18 de março de 2019

Você quer investir, mas tem uma dívida pendente. É melhor quitar a dívida ou aplicar essa grana? Se você errar, pode arruinar seu bolso! Veja a resposta.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas