Saiba como reinvestir os lucros no próprio negócio

3 de agosto de 2015 - Por

reinvestir-lucros

quem ama, compartilha!

A abertura de um novo negócio requer estrutura não só no planejamento inicial, mas também preparação para dar os passos certos no momento adequado. Inicialmente, quem se prepara para dar início a um empreendimento sabe que levará um tempo até recuperar o dinheiro investido. É preciso ter paciência para ter este retorno, para daí em diante começar a ver o lucro.

Pois bem, passada esta etapa inicial, dá para sentir um certo alívio quando você percebe que está realmente lucrando. Mas eis que surge um novo dilema: Como saber quanto reinvestir no próprio negócio para que ele continue prosperando? Colocar mais dinheiro na empresa no momento em que as receitas não estão pagando as despesas, pode ser um passo bem equivocado. Bem como a falta de investimento em um bom momento pode te impedir de dar um salto e aproveitar uma janela de oportunidade.

Quanto reinvestir?

De um modo geral, não há uma regra que defina qual a porcentagem do lucro deve ser reinvestida no próprio negócio. O movimento deve ser feito de acordo com os retornos que este empreendimento estiver gerando, conforme detalha a professora do IBE-FGV, Eliza Lippe, especialista em contabilidade e gestão financeira.

empresa-reinvestir-lucro

“Dependendo do ramo da atividade, temos um retorno rápido do investimento, ou seja, podemos mensurar um percentual alto, pois o retorno será breve. Todavia, se temos um retorno lento do lucro investido, não adianta investir um valor alto, pois além de demorar para ter o lucro deste reinvestimento, ainda poderá contrair dívidas. Assim, a cautela para o reinvestimento é a palavra chave. Um percentual que seria aceitável é de até 30% do lucro investido”, explica.
Como avaliar se a empresa está equilibrada?

Antes de tomar qualquer decisão, é preciso avaliar se sua empresa está realmente equilibrada. A especialista ressalta que, assim como fazemos com o orçamento pessoal, é preciso separar as contas da empresa entre as fixas (aluguel, condomínio, luz, impostos, etc) e as variáveis. A base de tudo é saber se suas receitas estão conseguindo cobrir os gastos fixos. Se esta não for sua realidade, você está levando prejuízo e pode ser temerário investir mais dinheiro no empreendimento se isso não for feito de forma muito estratégica.

Antes de tomar qualquer decisão sobre aumentar o espaço, mudar de endereço, ampliar mercadorias ou qualquer outra modificação que possa implicar em mais investimento, faça a comparação entre suas receitas e suas despesas fixas para avaliar qual é sua real situação. Ainda que você tenha em mente que este investimento pode ser a chave para dar um novo gás para sua empresa, busque uma consultoria antes de dar este novo passo.

“Para que possamos dar um upgrade na empresa, não podemos estar em um momento de prejuízo, ou seja, as nossas receitas tem que ser superiores às nossas despesas. Assim, para pensar em melhorias tecnológicas para a empresa é necessário ter capital para as mudanças, ou seja, quando a empresa estiver em um bom momento”, finaliza.

Fotos: Shutterstock

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

16 de setembro de 2019

Sabe aqueles dias que a hora não passa e você está com parte do tempo ocioso? Esse é um ótimo período para colocar algumas dicas em prática e aumentar a sua produtividade no dia a dia. Confira!

por-que-sororidade-no-ambiente-de-trabalho-e-importante

10 de setembro de 2019

Todas nós já ouvimos que trabalhar com mulher é muito difícil, que mulheres fazem fofoca, são falsas e puxam o tapete da outra. Mas nada disso é verdade! Existe muita sororidade no ambiente de trabalho e o estudo Talenses com a Insper realizado em 2018, aponta que quanto mais mulheres em cargos nas empresas, maior […]

descubra-formas-de-conseguir-renda-extra-gastando-pouco-ou-nada

30 de agosto de 2019

A vida não está fácil e o desemprego ainda afeta 12 milhões de brasileiros, segundo o IBGE. Com esse cenário, muitas pessoas buscam formas de ganhar dinheiro para garantir o sustento ou uma renda extra no final do mês. Se essa é a sua situação, saiba que existem algumas opções de trabalhos para conseguir uma […]

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas