Seu nome está sujo?

16 de setembro de 2013 - Por

quem ama, compartilha!

Quem tem dívidas, sempre fica com aquele frio na barriga em ficar com o nome sujo. A gente vai passando cartão, cheque e fazendo crediário, mas acaba esquecendo de consultar se o nosso nome está bem na praça.

Ao ficar com o nome sujo você fica com algumas restrições para mexer com seu próprio dinheiro. Normalmente você fica limitada a quase tudo! Por exemplo não consegue fazer novos empréstimos, solicitar alguns serviços como o de telefonia, comprar apartamentos e etc… É uma dor de cabeça e tanto! Por isso fique com seu radar ligado para saber se está tudo bem com o seu nome.

Para prever este tipo de situação você precisa consultar sempre se o seu nome. Em alguns casos, a própria empresa manda um comunicado ao cliente, informando que o nome está indo para o SPC ou Serasa. O melhor a fazer nesta hora é ir atrás do que está acontecendo e saber qual é o tamanho da sua dívida. A partir disso, fazer de tudo para eliminar as dívidas e voltar a ter o nome limpo.

Mesmo que você nunca tenha recebido uma carta dessa, o ideal é saber se há alguma pendência em seu nome para, assim, mudar de situação. O jeito mais acertivo de fazer isso é procurar uma você deve ir até uma agência da Serasa ou do SPC e solicitar uma consulta em seu nome. Para conseguir, tem que ir pessoalmente, levar o CPF e um documento com foto.

Se tiver algum problema em ir pessoalmente, existe a possibilidade de fazer a consulta por computador. Porém, para isso você paga uma taxa, mas aceita um serviço que monitora o seu nome com relatórios, consultas e movimentações em seu nome. Pode ser interessante, mas veja se você precisa disso tudo. As vezes uma simples consulta já basta.

E aí, vai eliminar de vez todas as dívidas?

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

cadastro-positivo

10 de abril de 2019

Agora, todos serão automaticamente incluídos no Cadastro Positivo do Serasa, SPC e afins. Seus dados estão seguros? Quais são as vantagens? Descubra!

consumismo-consumo-divida-leitora-financas-femininas 01

27 de março de 2019

Por causa do consumismo, ela causou um grande estrago em seu orçamento. Como ir da absoluta falta de controle ao comando sobre sua grana? Nossa leitora conta como fez!

investir-ou-quitar-dividas

18 de março de 2019

Você quer investir, mas tem uma dívida pendente. É melhor quitar a dívida ou aplicar essa grana? Se você errar, pode arruinar seu bolso! Veja a resposta.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas