Seu nome está sujo?

16 de setembro de 2013 - Por

quem ama, compartilha!

Quem tem dívidas, sempre fica com aquele frio na barriga em ficar com o nome sujo. A gente vai passando cartão, cheque e fazendo crediário, mas acaba esquecendo de consultar se o nosso nome está bem na praça.

Ao ficar com o nome sujo você fica com algumas restrições para mexer com seu próprio dinheiro. Normalmente você fica limitada a quase tudo! Por exemplo não consegue fazer novos empréstimos, solicitar alguns serviços como o de telefonia, comprar apartamentos e etc… É uma dor de cabeça e tanto! Por isso fique com seu radar ligado para saber se está tudo bem com o seu nome.

Para prever este tipo de situação você precisa consultar sempre se o seu nome. Em alguns casos, a própria empresa manda um comunicado ao cliente, informando que o nome está indo para o SPC ou Serasa. O melhor a fazer nesta hora é ir atrás do que está acontecendo e saber qual é o tamanho da sua dívida. A partir disso, fazer de tudo para eliminar as dívidas e voltar a ter o nome limpo.

Mesmo que você nunca tenha recebido uma carta dessa, o ideal é saber se há alguma pendência em seu nome para, assim, mudar de situação. O jeito mais acertivo de fazer isso é procurar uma você deve ir até uma agência da Serasa ou do SPC e solicitar uma consulta em seu nome. Para conseguir, tem que ir pessoalmente, levar o CPF e um documento com foto.

Se tiver algum problema em ir pessoalmente, existe a possibilidade de fazer a consulta por computador. Porém, para isso você paga uma taxa, mas aceita um serviço que monitora o seu nome com relatórios, consultas e movimentações em seu nome. Pode ser interessante, mas veja se você precisa disso tudo. As vezes uma simples consulta já basta.

E aí, vai eliminar de vez todas as dívidas?

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

6-motivos-para-evitar-compras-parceladas-no-cartão

4 de fevereiro de 2020

Compras parceladas podem parecer vantajosas, mas significam um enorme perigo para o seu bolso. Saiba por que é melhor pagar à vista.

cheque-especial-saiba-como-cancelar-o-seu-limite

19 de dezembro de 2019

A cobrança de tarifa de quem não usa o cheque especial está dando o que falar. Veja como cancelar o seu limite de crédito e organizar as finanças pessoais.

cheque-especial-cuidados-apos-a-nova-regra-do-banco-central

5 de dezembro de 2019

Limite de 8% no juros do cheque especial ainda pode ser uma armadilha para quem tem o crédito disponível. Veja os cuidados na hora de utilizar o valor.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas