Uma crise financeira interfere nos meus investimentos?

27 de fevereiro de 2014 - Por

como não afetar meus investimentos em uma crise

quem ama, compartilha!

Se você tem a ambição de investir, mas não tem paciência de acompanhar o noticiário econômico com dedicação, então existem duas opções para o seu caminho: mudar seus hábitos ou desistir de investir. É claro que a segunda alternativa não é o que nós aconselhamos. Afinal de contas, o que queremos é justamente o contrário, ver você plenamente satisfeita com suas aplicações e vendo seu dinheiro render.

Já falamos por aqui sobre a importância do noticiário econômico em nossas vidas, mas não custa nada reforçar. Veja bem, na possibilidade de uma crise financeira no país, o seu bolso, como investidora, certamente será afetado de alguma forma.

Vamos a alguns exemplos. Suponhamos que você tenha pegado um empréstimo e tenha prestações para pagar ainda por pelo menos dois anos. Como estamos observando, a taxa básica de juros do país (Selic) vem subindo (atualmente ela está fixada em 10,5%), como forma de controlar a inflação. Se os juros continuarem a subir –  e isso pode acontecer – as pessoas comprometidas com empréstimos terão mais dificuldade em quitar as dívidas, porque elas consequentemente ficam mais caras.

Formas de investimento

No mesmo sentido, como investidora, você pode sair prejudicada se tiver apostado em produtos pré-fixados, ou seja, em que você ter um valor de retorno já pré-determinado, independente do comportamento da taxa básica de juros. Neste caso, se os juros sobem, você deixa de lucrar com essa alta, porque o seu investimento não acompanha o movimento da elevação da Selic.

Em contrapartida, quem investe em produtos que sejam pós-fixados, ou seja, em que a rentabilidade aumenta de acordo com a elevação dos juros, acaba lucrando mais à medida que a Selic vai subindo.

Sendo assim, não precisa nem explicar muita coisa, não é? Se você não acompanha o contexto econômico e o noticiário para saber como está o “termômetro da economia”, em que irá basear-se para escolher seus investimentos? E mais, como saber se você está fazendo a aplicação correta se não estiver de olho no que acontece com a economia?

Investir dá trabalho sim, mas tem suas recompensas. Trate sempre de buscar conhecimento e não ficar alheia ao que acontece ao seu entorno, só assim você terá certeza de que não está fazendo a escolha errada.

 

E você, como está investindo atualmente? Divida conosco a sua experiência!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

17 de julho de 2019

A rentabilidade é uma dúvida frequente das investidoras, mas agora que você sabe o que é CDB, LCI, LCA, CDI, e também já aprendeu tudo sobre Tesouro Direto e Tesouro Selic, chegou a hora de descobrir como comparar a rentabilidade do seu investimento. O primeiro ponto a entender é que enquanto o Tesouro Selic e […]

15 de julho de 2019

Poupar para o futuro pode ser desafiador. Esta regra pode ajudá-la a saber se está no caminho certo ao planejar a aposentadoria.

11 de julho de 2019

Você decidiu fazer um investimento em renda fixa, mas está confusa com a sopa de letrinhas de CDB, LCI e LCA? Calma! Não fique apavorada, porque é muito fácil e vamos te ensinar tudo que você precisa saber para investir. A renda fixa é uma aplicação segura e o primeiro passo para quem deseja embarcar […]

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas