Uma estratégia para parar de procrastinar com dinheiro

2 de agosto de 2016 - Por

parar-procrastinar-dinheiro-estrategia

quem ama, compartilha!

*Carolina Ruhman Sandler

>Eu adoro ler sobre escolhas e comportamentos. No final das contas, quando pensamos nas nossas vidas financeiras, estamos, na realidade, olhando para a forma como tomamos decisões a respeito do nosso dinheiro. Comprar um celular novo ou não? Almoçar no restaurante mais barato ou naquele mais bacana? Como escolho onde investir meu dinheiro?

Descobri recentemente uma técnica que está me ajudando bastante a fazer exercícios e que pode motivar todas nós a cuidar do nosso dinheiro da forma como gostaríamos: o temptation bundling pacotamento de tentações, em uma tradução livre).

Funciona da seguinte forma: você se condiciona a só ceder a uma tentação depois de realizar determinada tarefa, normalmente algo que você não gosta de fazer. Por exemplo: eu recentemente descobri que amo ouvir podcasts, mas na minha vida corrida sobra pouco tempo para parar para ouvir os meus preferidos. Eu resolvi isto da seguinte forma: só posso ouvi-los enquanto faço ginástica (ou no carro nos dias que fui para a academia). Com isso, fazer exercício físico deixa de ser um suplício para se tornar uma oportunidade para eu fazer algo que eu amo.

O sucesso da estratégia foi testado em um estudo realizado na Universidade da Pensilvânia e os números impressionam: quem usou a técnica tinha 29% a 51% de chances a mais de se exercitar, do que aqueles do grupo de controle (quem não utilizou a estratégia).

Para criar a sua própria estratégia de empacotamento de tentações, você só precisa listar aquilo que você gosta de fazer (os seus prazeres e tentações) de um lado, e de outro tudo aquilo que você deveria fazer mais, mas acaba procrastinando. Depois, basta casar um comportamento desejado com uma tentação sua.

parar-procrastinar-dinheiro-estrategia

Quer alguns exemplos bons para a sua vida financeira?

  • Só assistir a sua série preferida depois de acompanhar a sua planilha financeira.
  • Só comer no seu restaurante preferido depois de bater a meta de gastos do mês.
  • Só ir ao cinema depois de pagar a parcela mensal das suas dívidas.
  • Só abrir uma garrafa de vinho depois de fazer a reunião mensal de gastos com seu(sua) parceiro(a).

A ideia aqui é te ajudar a criar um prêmio por vencer a procrastinação e realizar algo que você sabe que deveria, mas que detesta fazer. É uma forma de fazer tudo aquilo que você sabe que é importante, mas nunca prioritário na sua vida corrida.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

tendências_consumo

27 de setembro de 2017

Se não colocarmos limites ao consumo, podemos acabar sendo engolidas pelas tendências. Carol Camocardi explica por quê.

despesas-começo-de-ano

11 de julho de 2017

Quando será que gastamos mais, nas despesas de começo de ano, com IPTU e IPVA, ou no final, com Natal e Ano Novo? Levantamos os principais gastos de cada época, saiba qual pode causar maior estrago no bolso e como evitar.

orcamento_hoje

10 de abril de 2017

Fala que precisa cuidar melhor das finanças, mas acaba sempre deixando para depois? Descubra como resolver essa pendência agora.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas