Vale a pena investir enquanto tenho dívidas a pagar?

10 de maio de 2016 - Por

investir-quando-se-tem-dividas

quem ama, compartilha!

Você está endividada e passa os dias pensando no momento em que as dívidas ficarão no passado. Mais do que isso, sonha em ver o dinheiro rendendo a todo vapor. Vale manter o sonho em mente e fazer de tudo para que ele se transforme em realidade. No entanto, este talvez não seja o momento mais apropriado para investir.

“Quando se está endividada, o ideal é resolver os compromissos financeiros pendentes. O investimento pressupõe que haja sobra de capital”, afirma Eduardo Maróstica, professor do IBE-FGV e pós-doutor em Administração, Comunicação e Educação.

Por que isso? O rendimento dos seus investimentos é sempre muito menor do que os juros das suas dívidas. Assim, os seus investimentos crescem sempre a taxas muito  menores do que as suas dívidas. Desta forma, vale muito mais quitar a dívida o quanto antes, usando todo o seu esforço de poupança por mês para isso, e deixar para guardar dinheiro e investir para quando você estiver no azul.

Leitura complementar

Planilha Amiga de Orçamento

Planilha Amiga de Orçamento

Ver mais

Então, em primeiro lugar, foque em quitar suas dívidas e deixar as contas em ordem. No entanto, isso não quer dizer que você não pode começar a se preparar para aprender a investir. Você pode aproveitar o momento em que paga as suas dívidas para se planejar para quando for começar a investir. “Estude o que pretende fazer e o quanto quer gastar. Tenha objetivos e metas”, diz o professor. Pense bem no que você deseja e arregace as mangas.

foto vale investir
Determine em quanto tempo você quer realizar um projeto, como uma viagem, a compra de um carro ou imóvel. Avalie o seu salário e estude o quanto poderá investir a cada mês no seu objetivo. “Comece com objetivos pequenos”, recomenda ele. Assim você evita frustrações e, conforme vai alcançando suas conquistas, parte para objetivos maiores.

Para colocar as contas em dia, acompanhe atentamente o orçamento e tenha disciplina. Para tornar a tarefa mais fácil, você pode recorrer a planilhas e aplicativos para manter o controle das receitas e despesas.

Neste momento, enquanto quita suas dívidas e se prepara para virar uma investidora, disciplina e planejamento são essenciais. Mesmo endividada, não deixe de sonhar e fazer planos. Conforme você aprende a cuidar melhor das finanças, fica mais fácil colocar as contas em dia. Traçando metas realistas, você conseguirá, pouco a pouco, atingir seus objetivos.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Financas Femininas
Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

Leia em seguida

educacao-financeira-pais-de-primeira-viagem 01

19 de fevereiro de 2019

Dar exemplo é apenas a primeira dica para pais de primeira viagem ensinar educação financeira para crianças. Carol Sandler ensina aqui outros segredos fáceis de aplicar!

despesas-variaveis-orcamento

18 de fevereiro de 2019

Conta de luz e supermercado são chamados custos variáveis, que mudam todo mês. Como separar grana pra eles no orçamento? O segredo é anotar tudo. Entenda!

quem-manda-voce-ou-seu-dinheiro 01

14 de fevereiro de 2019

Você faz o que quer com seu dinheiro ou ele que te impõe limites? Dá para arrumar as finanças mesmo com dívidas. Veja como não deixar sua grana te controlar!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas