Vale a pena mudar de cidade para trabalhar?

7 de maio de 2018 - Por

mudar-de-cidade-para-trabalhar-01

quem ama, compartilha!

Decidir se vale a pena mudar de cidade para trabalhar não é fácil. Você deve pesar diversos fatores e muita gente acaba cometendo o erro de não ponderar devidamente o impacto financeiro da mudança.

Uma cidade diferente pode trazer oportunidades que não estariam disponíveis onde você mora. Porém, essa não é uma verdade absoluta: o novo local pode não apenas deixá-la no mesmo patamar profissional que já está como, ainda, causar regressões.

“Vale a pena mudar de cidade por um emprego a partir do momento que ele atenda suas expectativas profissionais e pessoais. Vale a pena também quando essa mudança traz novas perspectivas ou mesmo atenda as já almejadas, novas motivações e sentimentos positivos”, resume José Roberto Marques, Presidente do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC).

O que levar em consideração antes de mudar de cidade para trabalhar?

Considerando o tamanho da mudança que você fará não apenas em sua vida, como também na de sua família, é preciso colocar na balança muitas coisas. A primeira delas é sua carreira – e isso vai além de um bom salário. O quanto você poderá crescer na nova empresa? Você terá chances de ser uma melhor profissional, conquistar novos cargos e aprender mais?

Também vale a pena considerar a mudança quando você quer mudar de área de atuação e se depara com uma boa oportunidade em outro local. “É raro encontrar empresas que oferecem vagas para quem está começando no zero, então, se rolar, deve-se levar em consideração para conseguir fazer a transição de carreira com sucesso”, opina Lilian Cidreira, especialista em RH e CEO da consultoria Future Minds.

mudar-de-cidade-para-trabalhar-02

Então, equilibre estes fatores com sua vida pessoal. Aqui, um dos elementos que mais pesa é a família. “As solteiras terão menos dificuldades nessa transição em comparação com as casadas e com filhos. Essas terão que tomar essa decisão em conjunto, ver se o parceiro ou parceira está disposto a abrir mão da carreira, como as crianças se adaptarão à nova sociedade etc.”, aponta Lilian.

No campo pessoal também entram questões como qualidade de vida, saúde, lazer, bem-estar, entre outros. Depois de analisar essas questões, olhe para o bolso.

“A decisão da mudança deve considerar não somente as diferenças de ganhos salariais, mas principalmente as despesas com a mudança e com a manutenção de suas atividades pessoais e familiares na nova localidade, como aluguéis, alimentação, escola dos filhos, recursos de assistência à saúde, lazer e outras. Se a relação for favorável, a mudança é indicada”, esclarece Sérgio Dias, economista e consultor do Sebrae.

E quando não vale a pena mudar de cidade para trabalhar?

Se essa mudança, de alguma forma, causar desconforto, desconfiança, ou ocorrer por obrigação, é melhor repensar sua escolha. Fazer isso apenas pelo dinheiro também não é uma decisão sábia. “Mudar deve ser uma escolha positiva, carregada de novas perspectivas, novos ares”, finaliza Marques.

Fotos: Fotolia

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

Ana Paula de Araujo
Ana Paula de Araujo
Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

Leia em seguida

soft-skills-sucesso-profissional-01

15 de abril de 2019

Segundo levantamento do LinkedIn, criatividade é a soft skill mais desejada (e em falta). Conheça as outras características que podem fazer sua carreira deslanchar!

erros-gestao-funcionarios

8 de abril de 2019

O grande segredo para funcionários cheios de motivação no trabalho é cuidar deles desde a entrada na empresa. Veja como fazer isso na liderança da equipe.

fui-demitida-demissão-o-que-fazer-01

13 de março de 2019

Erguer-se após uma demissão é difícil, mas essencial para você conseguir um novo emprego rapidamente. O primeiro passo é aproveitar o feedback, veja mais!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas