Vic Ceridono: Maquiagem sem sair do orçamento

16 de janeiro de 2013 - Por

quem ama, compartilha!

Quem gosta de maquiagem sabe que entre os blogs de beleza, o Dia de Beauté reina soberano. Vic Ceridono, é, como ela mesma diz, o cérebro (e rosto maquiado) por trás do blog, além de ser editora de beleza da Vogue. Vic conhece como poucas os produtos que existem por aí e sabe bem o que fica bem para cada tipo de rosto e faz uns tutoriais incríveis. O Finanças Femininas conversou com ela para pegar várias dicas de como escolher e comprar bem cremes e maquiagens e não sair do orçamento. Se “quase nada é tão legal quanto maquiagem” é também o seu lema, essa entrevista é para você!

O universo de beauté é recheado de marcas para todos os gostos, mas é geralmente associado com produtos caros. É possível achar produtos bons sem ter que gastar tanto?

Super!! Existem muitas marcas de ótima qualidade com preços acessíveis. A verdade é que, falando bem genericamente, o produto em si normalmente não muda tanto assim – mas no preço sempre estão embutidos valor de marca, embalagem mais bacana, serviço…. Dito isso, é legal saber que há produtos que você pode gastar menos e outros que vale a pena investir – o lápis preto por exemplo pode ser baratinho, ja a base costuma ter bastante tecnologia e realmente acaba fazendo diferença quando é mais high end (ou seja: de marcas mais caras!).

Também acho interessante ter consciência do que você realmente usa – no fim, essas coisas merecem mais investimento.

Fora maquiagem, acho que chega uma hora que cosméticos de tratamento também merecem certo investimento – mas não estou falando de gastar R$ 400 num sérum! Marcas como Clinique e os dermocosméticos de farmácia tem ótimo custo-benefício.

Com tantas novidades o tempo todo, é muito fácil cair na impulsividade e sair comprando sempre os produtos da moda. Como escolher os seus cosméticos de uma forma mais perene, sem cair no consumismo?

Eu acho que esse é bem o caso no qual vale a pena gastar pouco. Você tem seu kit básico, aí se quer experimentar um batom pink ou sombra azul, compra o barato porque se não gostar não vai ser um desperdício! Para os cremes, acho que duas coisas ajudam a não comprar errado: ir na dermatologista e pegar indicações (mesmo que não seja manipulado) e, se for direto na loja, pedir amostras – ainda é uma prática pouco comum no Brasil, mas que está evoluindo.

O que uma mulher precisa saber para comprar os produtos certos para ela? 

Acho que a primeira coisa é realmente autoconhecimento – você tem que entender sua rotina, suas necessidades. Não adianta ficar comprando um bilhão de pincéis se você acha mais fácil (e consegue bons resultados) passando sombra com o dedo. Ou ter mil bases se sai sempre de cara lavada. Ao mesmo tempo, acho que às vezes um produto novo faz a gente mudar a rotina, então é um exercício interessante de se fazer! Ajuda muito se você testou antes, seja na loja, no maquiador ou na casa da amiga.

No que precisamos estar atentas na hora de escolher seus cremes e maquiagens?

Uma dica legal é pesquisar em blogs de beleza! Comparar reviews ou mesmo checar num blog que você confia e costuma gostar das indicações. E sempre que comprar em loja com vendedora, especialmente fora do Brasil (porque se você não gostar, fica difícil de trocar), vale conferir na hora se ela pegou o produto certo na cor certa!!

O que você recomenda para compor uma nécessaire bacana, com produtos de qualidade com preços acessíveis?

Foco nas farmácias!! Fora do Brasil é mais fácil, porque tem muito mais marca, que às vezes até tem no Brasil, mas que ficam mais caras por causa dos imposto – como L’Oréal, Revlon, Maybelline… Mas entre as marcas nacionais, há ótimas opções com bom custo benefício: a própria Maybelline, a Quem disse, Berenice?, Duda Molinos, Vult, Tracta, Dailus, pincéis Klass Vough… Fazendo um mix dessas você consegue um nécessaire totalmente completo e acessível!

Você gostou? Costuma gastar muito com produtos de beleza ou faz mais o gênero “controlada”? Conte pra gente nos comentários!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

livros-educacao-financeira-investimentos 01

23 de abril de 2019

Além de gostosos de ler, esses livros de educação financeira e investimentos podem revolucionar o jeito que você cuida do seu dinheiro. Descubra quais são!

ficar-rica-habitos-que-deixam-pobre

11 de abril de 2019

O primeiro passo para enriquecer é não gastar tudo o que ganha. Carol Sandler conta quais são os outros hábitos que te deixam mais pobre!

como-ganhar-dinheiro-precificar-ovos-de-pascoa

5 de abril de 2019

O primeiro passo para ganhar dinheiro vendendo ovos de Páscoa é precificar direitinho – e isso começa com um cálculo simples e fácil. Aprenda-o aqui!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas