Você é racional com o seu dinheiro? Mesmo?

28 de maio de 2019 - Por

consumismo-racional-dinheiro-01

quem ama, compartilha!

Lidar com dinheiro e finanças parece ser muito matemático e racional, certo? Quanto mais você ganha, mais pode gastar. Quanto mais você gasta, menos sobra no final do mês. Quanto mais você poupa, mais possibilidades você tem no futuro.

Tudo isso parece muito simples e direto. Mas você se engana se pensar que lidar com dinheiro seja algo obrigatoriamente racional. Pelo contrário: muitas pessoas são emocionais na hora de cuidar das suas finanças, podendo levar ao consumismo e também a deslizes menores do dia a dia.

Quem já comprou um sapato por puro impulso sabe bem do que eu estou falando. Às vezes, não precisa nem ser algo tão caro: uma pulseirinha já conta. Por menor que seja o gasto, se ele não foi pensado, avaliado ou planejado, pode escrever: você não está sendo racional ao lidar com ele.

Os estímulos são tantos… As lojas lançam novas coleções o tempo todo e as revistas sempre trazem novos itens de desejo.

E agora?

Ser racional x emocional: como isso te leva ao consumismo?

Para saber como você lida com o seu dinheiro, precisa se perguntar se você compra o que quer, o que precisa, e se isso está dentro do seu salário e se foi pensado ou por impulso.

consumismo-racional-dinheiro-02

A gente entende que você pode simplesmente PRECISAR daquela bolsa nova, mas será que é mesmo? E se isso pode não parecer tão grave no curto prazo, imagina quando você quiser comprar algo de maior valor: uma casa, um carro, ou então resolver engravidar e começar a pensar em todos os gastos que um filho exige. Neste momento, você precisa ter uma poupança, um dinheiro guardado para este tipo de eventos.

Para começar a guardar dinheiro, a primeira pergunta que você precisa se fazer é se você consegue ter um domínio sobre os seus gastos, ou se quem manda é o seu impulso. Este é o melhor começo para você pensar em ter um dinheiro só seu, para o que quiser, na hora que quiser. Parece difícil? Então relaxe, pois você só precisa de um pouco de disciplina.

Fotos: AdobeStock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

consumismo-adolescentes-consumo

8 de fevereiro de 2019

Para o adolescente, consumir é pertencer ao grupo e por isso eles podem ser tão consumistas. Descubra aqui como melhorar a relação dos seus filhos com o consumo.

1 de fevereiro de 2019

Na hora de fazer compras, você cede aos seus impulsos ou pensa melhor antes de passar o cartão? Essas dicas vão te ajudar a resistir as compras por impulso!

combater-consumo-desenfreado(2)

27 de setembro de 2018

Para acabar com o consumo desenfreado, é preciso mudar alguns hábitos e observar se você realmente precisa daquele item. A colunista Carol Camocardi mostra como. Confira!

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas