Você tem medo de que? Conheça os principais temores financeiros

22 de abril de 2013 - Por

quem ama, compartilha!

Temos mil e uma desculpas para não começar a investir, mas no fundo mesmo não fazemos isso porque temos medo. Isso não combina com a mulher do século XXI. Por isso, listamos os cinco principais medos financeiros para fazer o seu dinheiro render com as aplicações do mercado financeiro.

– Posso perder tudo que tenho?
Vemos muitas histórias como essa em filmes e em livros. Lembre-se que todo investimento oferece algum tipo de risco, mas isso não deve ser motivo para esquecer tudo e parar. O risco que você corre é sempre medido e calculado, por isso, são raras as ocasiões em que você pode, de fato, perder todo dinheiro que investiu. É possível evitar que isso aconteça sabendo onde está investindo, como funciona e estar ciente se a empresa oferece riscos. Se sentir a necessário, peça ajuda a algum planejador financeiro.

– Eu tenho pouco dinheiro, nunca vou conseguir ser uma investidora
Todo mundo pode fazer algum tipo de investimento. Para conseguir aplicar da maneira correta, você precisa ler, estudar e entender bem o assunto. É possível investir seu dinheiro todo mês com até R$ 100. Claro que não vai render tanto quanto se aplicar mais dinheiro, mas é assim que se começa. Para investir bem, toda mulher precisa ter estratégia e conhecer o mercado. Então já sabe, né? Estude mais e comece a investir. Depois que começar não vai querer parar mais.

– A poupança é o único investimento seguro, não vou saber aplicar em mais nada
Negativo. Nós já falamos como a inflação está alta e os juros continuam baixos, criando um cenário que interfere diretamente no rendimento da poupança. Por mais que a cultura das pessoas seja favorável a poupança, nem sempre é um bom negócio. O lado bom de investir na poupança é que não paga pela manutenção do dinheiro e não cobra no Imposto de Renda. Se a sua poupança é a antiga, você está bem até, mas se é a nova, precisa se preocupar. Se a inflação continuar subindo, o lucro da poupança não acompanha e no final do mês, você perde dinheiro!

– Investir em imóveis é muito arriscado
Avalie bem a condição do imóvel. Geralmente, investir em imóveis é uma opção para quem busca segurança e solidez. No entanto, você tem que entender bem o imóvel que irá comprar. Dá trabalho, você precisa pagar impostos e garantir locatários. Mas se garante um aluguel, consegue uma fonte de renda estável ao longo do tempo. Mas sempre avalie bem o imóvel e faça uma boa pesquisa sobre o mercado e os preços antes de comprar.

Qual é o seu medo? Espante os fantasmas e comece a investir o quanto antes!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

como-investir-dinheiro-perguntas 01

17 de abril de 2019

Se você quer investir dinheiro, mas não sabe por onde começar, esse texto é para você! Entenda como investir, onde investir e escolher o melhor investimento.

investimento-imobiliario-ganhar-dinheiro-aluguel-casa-01

26 de março de 2019

Quer ganhar dinheiro com investimento imobiliário? O primeiro passo é saber como aplicar o dinheiro que você ganha ao alugar casa ou apartamento. Saiba mais!

bettina-ganhar-1-milhao-bolsa-de-valores

19 de março de 2019

Na propaganda, Bettina garante que transformou R$ 1.500 em mais de R$ 1 milhão em 3 anos investindo na Bolsa de Valores. Carol Sandler mostra o outro lado da história.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas