Você tem um ativo ou passivo na mão?

15 de julho de 2013 - Por

quem ama, compartilha!

Fique calma, porque falar de ativo ou passivo por aqui não é nada sexual, rsrs! No nosso caso, estamos nos referindo aos termos financeiros que fazem toda diferença no final do mês. Você já parou para pensar nas coisas que tem? Preste atenção e analise. De um modo bem simples, ativo é todo bem que te traz uma renda, enquanto passivo é tudo aquilo que te gera novos custos.

Por exemplo, seu carro faz seu dinheiro render? A casa onde mora, se for colocada para alugar ou vender, vai lhe dar um bom dinheiro? O seu cartão se crédito é usado conscientemente? Essas são algumas perguntas que se deve fazer para identificar passivos e ativos.

A partir disso, fica claro que tem itens que só geram gastos, como o carro. Ele te traz conforto, porém desvaloriza a cada mês, tem despesas no mecânico e de manutenção. Só de tirar ele da concessionária faz com que o seu valor caia 20%. Este é apenas um exemplo, mas mostra direitinho o que é um passivo financeiro. No entanto, se você trabalha com transporte, por exemplo, um carro pode ser um ativo – pense num taxista, por exemplo.

Um imóvel é a mesma coisa. A gente sempre pensa que comprar um apartamento é um investimento. Mas se é para você morar e vai te trazer novos custos, é um passivo. Se na hora de revender, você sai no prejuízo, adivinhou: passivo. Mas se você resolve comprar um imóvel para investir e receber um aluguel como renda todo mês, aí a coisa muda de figura – neste caso, você terá um ativo nas suas mãos.

Para pensar em uma vida com segurança e tranquilidade, o melhor a fazer é optar por acumular ativos no lugar de passivos. Em vez de vários cartões de crédito, alguns investimentos bem feitos, por exemplo.

Quanto mais você diminuir seus gastos supérfluos, mais vai conseguir concentrar bens que lhe trazem dinheiro. Por exemplo, uma aplicação no mercado financeiro, se for bem estudada e dependendo da economia do país, pode lhe trazer um retorno razoável. Por mais trabalho que tenha para começar, é certeza de que no futuro vai conseguir resgatar e realizar algum sonho.

Isso serve como uma reflexão de vida: o que você tem mais concentrado? Passivos que te fazem gastar sempre ou ativos que rendem algum valor? Pense nisso e mude seus hábitos. Construir um patrimônio não é fácil, mas também não é um sonho impossível.

Passe a poupar mais, cortar gastos, manter passivos longe e conquiste uma renda extra! Depois que conseguir realizar algum sonho, não vai querer parar mais. Pode ter certeza!

E aí, o que você tem mais, passivos ou ativos?

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande um e-mail!

quem ama, compartilha!

carolinaruhman
Carol Sandler
Carol Sandler é fundadora do Finanças Femininas, a maior plataforma online do Brasil de empoderamento feminino através da educação financeira. Apresenta o quadro "Carol, cadê meu dindin" semanalmente no programa SuperPoderosas, da TV Band. Autora do livro "Detox das Compras (Saraiva, 2017) e coautora do livro “Finanças Femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015), junto com o economista Samy Dana. Estudou Jornalismo na PUC-SP e Economia e Relações Internacionais no Institut d’Études Politiques de la France, em Paris. Colunista do site da revista CLAUDIA e do portal Tempo de Mulher.

Leia em seguida

como-investir-dinheiro-perguntas 01

17 de abril de 2019

Se você quer investir dinheiro, mas não sabe por onde começar, esse texto é para você! Entenda como investir, onde investir e escolher o melhor investimento.

investimento-imobiliario-ganhar-dinheiro-aluguel-casa-01

26 de março de 2019

Quer ganhar dinheiro com investimento imobiliário? O primeiro passo é saber como aplicar o dinheiro que você ganha ao alugar casa ou apartamento. Saiba mais!

bettina-ganhar-1-milhao-bolsa-de-valores

19 de março de 2019

Na propaganda, Bettina garante que transformou R$ 1.500 em mais de R$ 1 milhão em 3 anos investindo na Bolsa de Valores. Carol Sandler mostra o outro lado da história.

SIGA O INSTAGRAM @financasfemininas